sicnot

Perfil

País

Mais de 14 mil condutores perderam pontos na carta de condução

Mais de 14.000 condutores perderam pontos, mas ainda nenhum automobilista ficou sem o título de condução ao abrigo do sistema da Carta por Pontos, disse esta terça-feira o presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, Jorge Jacob fez um balanço do sistema da Carta por Pontos, que entrou em vigor a 01 de junho de 2016, tendo, desde essa data, 14.047 condutores perdido pontos.

Na audição a pedido do PSD, o presidente da ANSR adiantou que 26 condutores têm zero pontos na carta, dos quais 18 têm já o processo concluído, mas a carta ainda não foi cassada porque podem recorrer a tribunal.

Após a subtração da totalidade dos pontos, o condutor só fica sem a carta de condução depois de ter sido instaurado um processo autónomo administrativo e ter sido efetivada a notificação da cassação, desde que não seja impugnada judicialmente, segundo a ANSR.

Dos restantes condutores com zero pontos, quatro estão em fase de audiência prévia, dois em fase de instrução e outros dois ficaram sem carta, tendo em conta que tinham o título há menos de três anos e ficam sem este documento quando cometem uma infração grave.

No sistema da Carta por Pontos são atribuídos ao condutor 12 pontos, que aumentam ou diminuem em função das infrações, ficando o automobilista sem a carta de condução após ter perdido a totalidade dos pontos.

Depois da cassação do título, estes automobilistas vão ficar inibidos de conduzir durante dois anos e têm de tirar novamente a carta.
Respondendo a uma questão colocada pelo PSD, o presidente da ANSR afirmou que 14 condutores já frequentaram ações de formação de segurança rodoviária

Estas ações de formação têm uma duração de 16 horas e são dadas por entidades certificadas pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e reconhecidas pela ANSR, como escolas de condução.

A subtração de pontos tem níveis intermédios, sendo o condutor obrigado a frequentar ações de formação de segurança rodoviária, quanto têm cinco ou quatro pontos, e a realizar um novo exame de código, quando ficam com três.

Neste sistema, os pontos vão diminuindo à medida que o automobilista vai cometendo contraordenações graves, muito graves ou crimes rodoviários, mas podem aumentar caso não existam infrações ao fim de três anos.

Na audição, o presidente da ANSR foi também questionado pelo PSD sobre os problemas no Sistema de Informação e Gestão de Autos (SIGA), tendo Jorge Jacob esclarecido que o SIGA está a sofrer alterações e a decorrer uma migração de dados, o que, neste caso, se trata de milhões de autos.

No entanto, garantiu que o sistema "não está bloqueado", está a funcionar, mas, "às vezes, com mais dificuldades".
"O sistema tem levantado alguns problemas que não são da responsabilidade da ANSR, mas sim da empresa", adiantou.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC