sicnot

Perfil

País

MP mantém convicção de que inspetora da PJ cometeu homicídio

MP mantém convicção de que inspetora da PJ cometeu homicídio

Começaram hoje as alegações finais do processo da inspetora da Polícia Judiciária acusada de ter matado a avó do marido, com 14 tiros, em 2012. O Ministério Público voltou a mostrar convicção de que a arguida terá sido a autora do homicídio. Este é já o segundo julgamento, depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter anulado a decisão do Tribunal da Relação de Coimbra, que condenou Ana Saltão a 17 anos de cadeia.

  • Exumado corpo da vítima alegadamente assassinada por inspetora da PJ
    2:00

    País

    O corpo da idosa alegadamente assassinada por uma inspectora da Polícia Judiciária em 2012 já foi exumado. A diligência decorreu durante a manhã desta quarta-feira, em Coimbra, e foi feita a pedido do Ministério Público. O caso tem tido várias decisões contraditórias e vai ser julgado pela segunda vez a 22 de maio. Ana Saltão foi primeiro absolvida e depois condenada pelo homicídio da avó do ex-marido com 14 tiros.

  • Inspetora da PJ volta a tribunal
    1:47

    País

    Absolvida na primeira instância, condenada pelo Tribunal da Relação, a inspetora da Polícia Judiciária Ana Saltão começou hoje a ser julgada depois do Supremo Tribunal ter anulado a condenação. A inspetora é acusada de assassinar a avó do marido.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.