sicnot

Perfil

País

MP mantém convicção de que inspetora da PJ cometeu homicídio

MP mantém convicção de que inspetora da PJ cometeu homicídio

Começaram hoje as alegações finais do processo da inspetora da Polícia Judiciária acusada de ter matado a avó do marido, com 14 tiros, em 2012. O Ministério Público voltou a mostrar convicção de que a arguida terá sido a autora do homicídio. Este é já o segundo julgamento, depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter anulado a decisão do Tribunal da Relação de Coimbra, que condenou Ana Saltão a 17 anos de cadeia.

  • Exumado corpo da vítima alegadamente assassinada por inspetora da PJ
    2:00

    País

    O corpo da idosa alegadamente assassinada por uma inspectora da Polícia Judiciária em 2012 já foi exumado. A diligência decorreu durante a manhã desta quarta-feira, em Coimbra, e foi feita a pedido do Ministério Público. O caso tem tido várias decisões contraditórias e vai ser julgado pela segunda vez a 22 de maio. Ana Saltão foi primeiro absolvida e depois condenada pelo homicídio da avó do ex-marido com 14 tiros.

  • Inspetora da PJ volta a tribunal
    1:47

    País

    Absolvida na primeira instância, condenada pelo Tribunal da Relação, a inspetora da Polícia Judiciária Ana Saltão começou hoje a ser julgada depois do Supremo Tribunal ter anulado a condenação. A inspetora é acusada de assassinar a avó do marido.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.