sicnot

Perfil

País

PS diz que o ano foi bom para o país mas mau para a oposição

O deputado do PS João Paulo Correia defendeu hoje que o ano "foi bom para o país mas mau para a oposição" e apontou como questões políticas centrais no próximo ano parlamentar o combate à pobreza.

"Este foi um ano bom para o país mas foi um ano mau para a oposição. (...) O PSD e o CDS andaram a dizer que tudo ia correr mal ao país, e nada disto aconteceu, a oposição falhou, o país está melhor e a realidade derrubou o discurso da oposição", declarou.

Num pedido de esclarecimento no debate sobre o "estado da Nação", o deputado socialista procurou demonstrar que o PSD e o CDS-PP "falharam", dizendo que "afinal o modelo económico é viável" e que "a economia cresce acima da média europeia".

O deputado afirmou que para o PS o combate à pobreza e à exclusão social serão "as questões políticas centrais" para o próximo ano parlamentar e questionou o primeiro-ministro, António Costa, sobre "o que é que os portugueses podem esperar" para 2018.

António Costa respondeu que "foi essencial virar a página da austeridade", caso contrário o país continuaria "com uma confiança na economia asfixiada".

Segundo o primeiro-ministro, o que os "portugueses podem esperar é inovação, qualidade e emprego" porque "nenhum português deseja o regresso de um Portugal pobrezinho e sem direitos que a direita quis apresentar".

O deputado João Paulo Pereira tinha destacado estatísticas recentes que indicam que "afinal o desemprego desce", situando-se nos 9,4%, a taxa mais baixa desde 2008, e que "afinal a economia cresce, mais do dobro da zona euro".

"Afinal o rendimento das famílias cresceu, afinal a taxa de pobreza diminuiu e afinal Portugal saiu do procedimento por défice excessivo", sublinhou.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.