sicnot

Perfil

País

Arguidos do caso da Máfia de Braga vão a julgamento

Arguidos do caso da Máfia de Braga vão a julgamento

Os sete homens acusados do homicídio de um empresário de Braga, em março do ano passado, vão ser julgados. Depois de ter sido repetido o debate instrutório por ordem do Tribunal da Relação, o Tribunal de Instrução Criminal do Porto diz não ter dúvidas de que os arguidos cometeram os crimes de sequestro, homicídio, profanação de cadáver e associação criminosa.

  • Arguidos do caso da Máfia de Braga em tribunal
    0:26

    País

    Os arguidos do caso conhecido como a Máfia de Braga compareceram esta manhã no tribunal de instrução criminal do Porto, depois de o Tribunal da Relação ter anulado os primeiros interrogatórios porque nem todos os arguidos foram notificados para comparecer. À saída do tribunal, o advogado de Pedro Bourbon explicou que foi apresentado um requerimento de prova e que aconselhou o cliente a não falar nesta fase.

  • Adiado o julgamento do caso Máfia de Braga
    2:08

    País

    Foi adiado o julgamento do caso que ficou conhecido como a Máfia de Braga, porque não foram cumpridas formalidades durante a instrução do processo. Sete homens estão acusados de terem sido os responsáveis pela morte do empresário de Braga.

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.