sicnot

Perfil

País

Todo o país em risco muito elevado de exposição aos UV

(EPA/Arquivo)

RAINER JENSEN

Portugal apresenta, hoje, um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), com exceção do grupo oriental dos Açores, com risco elevado, segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o Instituto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

O IPMA prevê para hoje, em Portugal continental, céu pouco nublado ou limpo, com nebulosidade matinal no litoral oeste, que pode persistir a norte do Cabo Raso.

O céu vai estar pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral Norte e Centro e na região Sul, até final da manhã, podendo essa nebulosidade persistir a norte do Cabo Raso.

O vento vai soprar fraco a moderado e a temperatura máxima deverá descer, em especial nas regiões do Norte e Centro.

Para os Açores, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, mas com boas abertas nos grupos Ocidental e Oriental, sendo que são aguardados aguaceiros no grupo central.

Na Madeira, as previsões apontam para períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral muito nublado nas vertentes sul da ilha da Madeira. O vento será fraco a moderado.

Lusa

  • O tempo para esta 2ª feira
    0:41

    País

    Para esta segunda-feira o IPMA prevê céu pouco nublado ou limpo, vento em geral fraco do quadrante oeste e pequena descida da temperatura máxima, em especial nas regiões Norte e Centro.

  • Presidente da IPSS "O Sonho" garante que vai demitir-se
    0:57

    País

    A PJ de Setúbal fez esta sexta-feira buscas em três instituições de solidariedade social e em casas particulares ligadas à IPSS "O Sonho", por suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos. O presidente da associação nega as suspeitas e diz que está de "consciência tranquila". Florival Cardoso, que é o principal visado na investigação, fala sobre uma "caça às bruxas" e garante que vai demitir-se, porque considera que está a ser cometida uma "enorme injustiça".

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00