sicnot

Perfil

País

Portugal aciona Mecanismo Europeu de Proteção Civil devido aos fogos

Ministra aguarda apoio dos países europeus a partir de domingo

Portugal acionou este sábado à noite o Mecanismo Europeu de Proteção Civil, disse à Lusa a ministra da Administração Interna, que espera apoios de outros países já a partir de domingo para ajudar no combate aos incêndios.

Constança Urbano de Sousa explica que a decisão foi tomada por "uma questão de prudência", tendo em conta as previsões meteorológicas para os próximos dias.

A ministra esteve esta noite no comando da Proteção Civil, em Carnaxide, onde se inteirou da situação dos incêndios a nível nacional, admitindo depois, em declarações à Lusa, que a situação "não está fácil", porque tem havido muitos focos de incêndio, alguns de grande dimensão.

Depois, acrescentou, as previsões meteorológicas para os próximos três dias "não são animadoras", com ventos de leste e secura extrema.

Constança Urbano de Sousa admitiu que muitos dos atuais incêndios serão debelados na noite deste sábado, mas frisou que por uma "questão de prudência", e considerando as previsões meteorológicas, foi feito o pedido de "módulos aéreos e terrestres".

O Mecanismo Europeu de Proteção Civil é um mecanismo comunitário para facilitar a cooperação no quadro de intervenções de socorro da Proteção Civil, como uma "pool" de meios que os Estados disponibilizam para situações de proteção civil.

O mecanismo foi acionado durante o incêndio de junho em Pedrógão Grande e recentemente também foi acionado por países como a França ou a Itália, lembrou a ministra, acrescentando que também Portugal tem apoiado outros países através do mecanismo (por exemplo sismos em Itália e na Turquia, esta que não faz parte da União Europeia, mas está incluída no mecanismo).

Constança Urbano de Sousa espera respostas a partir de domingo e acredita que vão chegar meios aéreos e terrestres, nomeadamente de Espanha, "que sempre tem prestado uma enorme ajuda" e tem colaborado na luta contra os incêndios com meios aéreos ao abrigo de um acordo bilateral.

  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.