sicnot

Perfil

País

A13 continua encerrada e A14 foi reaberta durante a madrugada

A Autoestrada 13 (A13) continua encerrada nos dois sentidos entre os quilómetros 147 e 156, entre Pias (Ferreira do Zêzere) e Alvaiázere, devido a um incêndio, e a A14 foi reaberta durante a madrugada, informou este domingo a GNR.

O fogo começou na sexta-feira em Alvaiázere, distrito de Leiria, e tinha sido dado como dominado, mas reativou na manhã de sábado e obrigou ao corte da A13.

A A14 (Autoestrada do Baixo Mondego), que no sábado estava encerrada nos dois sentidos ao quilómetro 32, foi reaberta este domingo às 03:00 horas, disse à Lusa fonte do Comando Nacional da GNR.

O encerramento da A14 foi motivado por um incêndio em Cantanhede, no distrito de Leira, que teve início na tarde de sexta-feira.

No sábado, um novo máximo de incêndios foi registado em Portugal, com 268 ocorrências, que mobilizaram 6.553 operacionais, sendo que pelas 09:00 os fogos nos concelhos de Ferreira do Zêzere e Tomar eram os mais preocupantes, segundo a Proteção Civil.

Em curso, dominadas ou em vigilância, pelas 09:00, existiam 510 ocorrências, as quais estavam a mobilizar 3.079 operacionais.

Patrícia Gaspar afirmou que o final da tarde e início da noite de sábado foram especialmente "complicados e difíceis" para os bombeiros, nomeadamente na zona centro, tendo sido acionados um Plano Distrital de Emergência (Coimbra) e quatro Planos Municipais de Emergência.

Lusa

  • Incêndios obrigaram a corte de autoestradas

    País

    Um incêndio no concelho de Torres Vedras obrigou esta tarde ao corte da A8 nos dois sentidos. Ao início da noite a circulação já estava retomada. Também a A14 foi cortada em ambos os sentidos pelas 19h00. Pelas 20h00, o fogo que começou na sexta-feira em Alvaiázere, distrito de Leiria, e que tinha sido dado como dominado hoje de manhã reativou e obrigou ao corte da A13.

  • Mais de 260 fogos registados no sábado
    0:34

    País

    A Proteção Civil confirmou que no sábado voltou a ser batido o recorde de incêndios, desde o início do ano, com 268 fogos. Só este sábado, o combate às chamas envolveu mais de seis mil operacionais e cerca de 1.700 veículos.

  • "Mais de 90% dos incêndios florestais têm intervenção humana"
    0:37

    País

    A Proteção Civil disse este domingo que cerca de 90% dos fogos têm intervenção humana e que as condições meteorológicas têm propiciado a propagação das chamas. Patrícia Gaspar lembra que é proibido fazer fogo junto às florestas e que grande parte do país atravessa um período de seca com temperaturas elevadas.

  • Mais de 3.000 operacionais combatem as chamas

    País

    A noite não deu tréguas aos bombeiros: só nesta madrugada começaram mais de 60 incêndios. Por volta das 09:30, seis grandes incêndios estavam a preocupar as autoridades. Contudo, ao todo, são 51, contando com os que estão em conclusão e a ser dominados. Mais de 3 mil bombeiros combatem as chamas.

  • Nunca mais
    9:16