País

Aldeia de Arcos de Valdevez evacuada devido ao fumo dos incêndios

PAULO NOVAIS / LUSA

A Proteção Civil mandou hoje evacuar o lugar de São Sebastião, freguesia de Cabreiro, Arcos de Valdevez, como medida de precaução devido ao fumo causado pelo incêndio que deflagrou, no sábado às 22.25, em zona de mato.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo "a decisão foi tomada cerca das 17:48 e comunicada ao vereador da Proteção Civil municipal de Arcos de Valdevez e ao Gabinete Técnico Florestal".

A mesma fonte adiantou que "o fogo lavra em zona de mato e que não há habitações ameaçadas".

Segundo a informação disponibilizada na página na Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 18:31, o combate aquele incêndio mobilizava 87 operacionais apoiados por 22 viaturas e dois meios aéreos.

Lusa

  • Crianças e idosos retirados durante a noite devido ao fogo em Miranda do Corvo
    2:23

    País

    O fogo em Miranda do Corvo ainda está por controlar. Durante a noite, três casas foram consumidas pelas chamas e duas pessoas ficaram com ferimentos ligeiros. O vento forte da manhã dificultou o combate em zonas de difícil acesso, onde só chegam os meios aéreos. Para trás fica uma noite de aflição, no concelho de Miranda do Corvo, mas também em Cabouco, Foz do Mosteiro e São Frutuoso, em Coimbra.

  • Espanha envia 115 militares e três aviões para combater os fogos
    2:34

    País

    Perante o cenário de chamas, Portugal conta com a ajuda de Espanha com dois módulos terrestres e três aviões no combate aos incêndios. É a primeira resposta depois de o Governo português ter acionado o Mecanismo Europeu de Protecção Civil. A ministra da Administração Interna diz que a decisão foi tomada por uma questão de prudência e no dia em que se bateu um novo recorde de incêndios.

  • Exército usa máquinas de rasto que funcionam como um travão ao fogo
    2:29

    País

    Os militares do exército estão, este domingo, presentes em nove concelhos do país. Em Tomar, as máquinas de rasto abrem caminhos para evitar reacendimentos. Um trabalho que a jornalista Amélia Moura Ramos constatou no terreno, e que funciona como um travão ao fogo. Desde 17 de junho, cerca de cinco mil militares estão no terreno a tentar evitar reacendimentos.

  • "O Mal Entendido: as doenças a que chamamos cancro" - capítulo 4: Os maratonistas
    33:52
  • O verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo das pistolas
    0:50

    Assalto em Tancos

    O general Leonel de Carvalho associa o roubo em Tancos ao desaparecimento de 57 armas da PSP de Lisboa, em fevereiro do ano passado. O antigo secretário geral do Gabinete coordenador de Segurança considera ainda que o verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo dessas pistolas e não no alegado desaparecimento de algumas granadas e outro material explosivo de pouca capacidade.

  • "Aquilo parecia um filme de terror"
    1:40

    Crise no Sporting

    Jorge Jesus abordou os incidentes de Alcochete pela primeira vez. Em entrevista à Bola TV, o treinador português, agora no Al Hilal da Arábia Saudita, falou do medo que viveu naqueles momentos. Jorge Jesus disse também que não fecha a porta a nenhum clube em Portugal.

  • Benfica promete queixa-crime contra quem divulgou contratos de Castillo e Ferreyra
    1:26

    Desporto

    Um blog divulgou na internet os valores dos contratos de dois dos reforços do Benfica, Castillo e Ferreyra. O clube da Luz promete agir judicialmente contra quem divulgou estas informações. A SIC sabe que devido à gravidade dos factos a Liga de Clubes está a considerar suspender os funcionários da instituição até que este caso seja esclarecido.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52
  • Donald Trump envolvido em mais uma polémica
    1:49
  • 20 quilómetros até ao trabalho valeu um carro

    Mundo

    Quando o carro de Walter Carr deixou de funcionar um dia antes do primeiro dia de trabalho numa empresa de mudanças, ele não desistiu nem ligou a dizer que ia faltar. Saiu de casa à meia-noite e fez mais de 20 quilómetros a pé para chegar a horas. No final recebeu uma recompensa.

    SIC