País

PJ da Guarda suspeita que criança de 9 anos pode ter sido morta pela mãe

Uma criança de nove anos morreu esta terça-feira na localidade de Sortelhão, na Guarda. As circunstâncias da morte ainda estão por esclarecer, mas há suspeitas de que a morte poderá ter sido causada pela mãe da criança.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro disse tratar-se de uma presumível intoxicação por ingestão de medicamentos.

O alerta foi dado por volta das 16h30 de hoje e inicialmente acreditou-se que o menino teria sido vítima de uma intoxicação por monóxido de carbono.

O Comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda, Paulo Sequeira, referiu que quando chegaram ao local encontraram duas vítimas, a criança e a mãe.

A mãe da criança estava consciente, mas o filho encontrava-se em paragem cardiorespiratória.

A SIC sabe que a criança pode ter sido asfixiada pela mãe que depois se tentou suicidar ingerindo medicamentos

O caso está a ser investigado pela GNR e pela Polícia Judiciária.