País

Portugueses estão a consumir menos açúcar graças à taxação das bebidas, diz ministro

© Cathal McNaughton / Reuters

O ministro da Saúde já fez as contas e revelolu que,só este ano, os portugueses vão consumir menos 4.225 toneladas de açúcar graças à taxação de bebidas açucaradas.

Aos olhos do ministro, a industria teve de se ajustar e vender alternativas mais saudáveis.

Adalberto Campos Fernandes falava na sessão de abertura da 1.ª Convenção de Alimentação Coletiva, que decorre em Lisboa, durante a qual sublinhou o sucesso desta taxação que, mais do que os impostos arrecadados, fez com que os portugueses ingerissem menos açúcar.

O sucesso da iniciativa levou o Governo a iniciar um trabalho de busca por outros caminhos, com vista ao combate ao excesso de gordura e sal em alimentos problemáticos, embora o ministro não tenha adiantado quais os alimentos visados nem a forma como a medida será aplicada.

"A matéria está a ser preparada", disse aos jornalistas à margem da convenção, acrescentando que gostaria que o caminho passasse pela autorregulação.

"Não queremos prejudicar o bom momento que a economia vive", disse, elogiando a atitude da indústria, que, perante a taxação dos seus produtos, "adaptou-se e gerou novos produtos mais saudáveis".

Com Lusa

  • Bolachas Maria e água e sal com muito açúcar, sal e gordura
    1:04

    País

    A Direção-Geral de Saúde quer reduzir a quantidade de sal, açúcar e gordura usados nas bolachas dos tipos Maria e água e sal. Um estudo comprova que, para o mesmo produto, há marcas que usam o dobro das quantidades necessárias. A DGS quer reunir com as empresas produtoras e sugerir alterações nas receitas.