sicnot

Perfil

País

Açores sob avisos amarelo e laranja devido ao furacão Ophelia

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu esta quinta-feira avisos amarelo e laranja para o arquipélago dos Açores devido à previsão de chuva, vento, trovoada e agitação marítima à passagem do furacão Ophelia.

No grupo oriental, ilhas de Santa Maria e de São Miguel, a passagem a sueste do furacão Ophelia "deverá provocar precipitação forte e vento com força de tempestade tropical", além de agitação marítima forte, informa a delegação regional dos Açores do IPMA.

Assim, estas duas ilhas estão sob 'Aviso Laranja' para vento e 'Aviso Amarelo' para agitação marítima a partir das 12:00 de sábado até às 06:00 de domingo (mais uma hora em Lisboa).

É esperado vento médio superior a 65 quilómetros/hora e rajadas até 100 quilómetros/hora para São Miguel e superior a 100/quilómetros/hora em Santa Maria.

O IPMA emitiu ainda um 'Aviso Laranja' devido à chuva forte prevista entre as 12:00 e as 24:00 de sábado, em Santa Maria e São Miguel.

Nos grupos central (Faial, Terceira, São Jorge, Pico e Graciosa) e ocidental (Flores e Corvo), o IPMA informa que "uma superfície frontal com atividade moderada a forte irá atingir" estas sete ilhas a partir da próxima madrugada, provocando precipitação forte que poderá ser acompanhada de trovoada.

Nesse sentido, o IPMA emitiu um 'Aviso Laranja' para chuva forte para as cinco ilhas do grupo central entre as 00:00 e as 18:00 de sábado. Neste período vai vigorar ainda um 'Aviso Amarelo' para trovoada.Para as Flores e Corvo, entre as 03:00 e as 18:00 de sexta-feira está prevista trovoada e precipitação forte.

O 'Aviso Laranja' é o segundo de uma escala de quatro e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. O 'Aviso Amarelo', o terceiro de uma escala de quatro, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica. O IPMA anunciou hoje que furacão Ophelia registou já rajadas de vento de 185 quilómetros/hora e continua a aumentar a probabilidade dos seus efeitos atingirem as ilhas de Santa Maria e de São Miguel.

No último comunicado emitido pelo Centro de Previsão e Vigilância Meteorológica dos Açores do IPMA, às 15:00 locais o centro do furacão Ophelia, de categoria 1, estava a 1.145 quilómetros a sudoeste dos Açores, mas verificava-se "um aumento da intensidade do vento nas últimas 12 horas", com vento médio estimado de 150 quilómetros/hora e rajadas na ordem dos 185 quilómetros/hora.

A probabilidade de o ciclone influenciar o estado do tempo a partir de sábado em São Miguel variava então entre 40 a 50% e em Santa Maria varia entre 60 a 70%.

Lusa

  • Furacão Ophelia com rajadas de vento de 185 km/hora

    País

    O furacão Ophelia registou rajadas de vento de 185 quilómetros/hora e continua a aumentar a probabilidade dos seus efeitos atingirem as ilhas de Santa Maria e de São Miguel, anunciou o Centro de Previsão e Vigilância Meteorológica dos Açores.

  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06