País

Forte aparato policial montado em protesto das forças de segurança

Forte aparato policial montado em protesto das forças de segurança

Um forte dispositivo policial foi montado em frente ao Ministério das Finanças, em Lisboa, numa manifestação de elementos das forças de segurança. A repórter Carla Castelo esteve no local, onde deu conta dos milhares de manifestantes e que iriam entregar um manifesto ao Ministério com as suas reinviddicações.

Os manifestantes, quando chegaram ao local e se depararam com o aparato policial, gritaram "vergonha, vergonha".

Também os ministérios da Justiça e da Administração Interna, igualmente na praça do Comércio, estavam rodeados por grades e policiados por dezenas de efetivos da polícia em cada um deles.

A comissão coordenadora do protesto tem o objetivo de entregar uma carta a exigir o desbloqueamento das carreiras ao ministro das Finanças, Mário Centeno.

A manifestação é organizada pela Comissão Coordenadora Permanente (CCP) dos Sindicatos e Associações Profissionais das Forças e Serviços de Segurança e começou no Marquês de Pombal para terminar junto do Ministério das Finanças.

O protesto conta também com a participação de outros sindicatos da PSP e da GNR que não fazem parte da CCP.

Os participantes, que incluem elementos da PSP, GNR, SEF, ASAE, Polícia Marítima e guarda prisional, ostentam cartazes com frases como "Descongelamento já, pelo direito à progressão na carreira", "Exigimos descongelamento dos índices remuneratórios" e gritam palavras de ordem como "Centeno escuta, os polícias estão em luta" e "Polícias unidos jamais serão vencidos".

Com Lusa

  • Polícias juntos em protesto em Lisboa

    País

    Elementos da PSP, GNR, SEF, ASAE, Polícia Marítima e guarda prisional manifestam-se hoje em Lisboa para exigir o descongelamento das carreiras e protestar contra a falta de investimento das forças e serviços de segurança.