sicnot

Perfil

País

Militar hospitalizado depois de ficar inconsciente durante prova 

Um militar foi hoje internado no Centro Hospitalar Médio Tejo depois de ter ficado inconsciente numa prova de marcha de 30 quilómetros, tendo ficado "sob monitorização contínua" e sido determinada a abertura de averiguações, informou o Exército.

Contactado pela agência Lusa, o porta-voz do Exército adiantou que o militar se sentiu indisposto e ficou inconsciente no momento, estando sob ventilação e em monitorização contínua.


Em comunicado, o Exército informa que "hoje, pelas 12h15, no Regimento de Paraquedistas (Tancos) e no decorrer de uma prova de acesso ao Curso de Auxiliar de Precursor, um militar foi evacuado para o Centro Hospitalar Médio Tejo, encontrando-se na Unidade de Cuidados Continuados Intensivos Polivalente, sob monitorização contínua".


De acordo com a mesma informação, o "General Chefe do Estado-Maior do Exército determinou de imediato a abertura de averiguações às circunstâncias em que ocorreu o incidente".


"Informa-se também que a prova de 30 quilómetros de marcha teve início às 08:00 e que o militar se sentiu indisposto ao quilómetro 28", refere ainda.


O Exército "já contactou os familiares do militar" e disponibilizou "todo o apoio necessário".
O incidente ocorreu hoje, no último de três dias da prova de acesso ao Curso de Auxiliar de Percursor.

Lusa

  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06