sicnot

Perfil

País

Fim de semana com calor, chuva chega 2ª feira com o furacão Ophelia 

Luke MacGregor

O fim de semana vai ser marcado por temperaturas acima dos 30 graus Celsius na generalidade do território, mas na segunda-feira a chuva regressa devido à passagem do furacão Ophelia, adiantou à Lusa meteorologista Maria João Frada.

De acordo com a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para o fim de semana estão previstas temperaturas acima dos 30 graus Celsius na generalidade do território, mas na segunda-feira, o cenário muda muito por conta da trajetória do furacão Ophelia, que hoje está no Atlântico.


"A partir de segunda-feira parece que vai haver uma mudança no estado do tempo, mas até lá vamos continuar, na generalidade do território, com temperaturas acima do normal para a época, com máximas acima dos 30 graus", disse.


Segundo Maria João Frada, para hoje está prevista, no litoral a norte do Cabo Raso, uma descida da temperatura devido a uma massa de ar que tem um trajeto marítimo e que dá origem a mais humidade.


"Amanhã [sábado] vai haver uma subida da temperatura, ficando as máximas acima dos 30 graus na generalidade do território e no domingo vamos ter uma subida das mínimas, que em alguns locais poderão dar origem a noites tropicais", destacou.


Na segunda-feira, de acordo com a meteorologista, vai haver uma mudança no estado do tempo, com chuva e descida das temperaturas em parte devido ao furacão Ophelia que neste momento está no Atlântico, longe do continente e que no sábado vai passar a sudoeste dos Açores.


"Vai passar longe e não vai afetar diretamente o continente, mas vai dar-nos uma mudança de situação. Há-de vir uma componente de vento de sul, uma massa de ar mais quente e instável que vai trazer períodos de chuva ou aguaceiros. A intensidade destes aguaceiros vai depender se o furacão, que na segunda-feira já vai ser uma tempestade ou depressão, vai passar mais longe ou perto", explicou.


No entender de Maria João Frada, esta passagem do Ophelia vai "abrir a porta" para uma mudança no estado do tempo.


"Na segunda e na terça-feira a previsão é de ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros, mas no resto da semana ainda é cedo para dizer, mas pode não ser o mesmo cenário", disse.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:57

    País

    O Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje chuva fraca a norte do sistema Montejunto-Estrela com subidada temperatura mínima. Céu muito nublado ou encoberto, apresentando-se em geral pouco nublado no Baixo Alentejo e no Algarve até meio da manhã. Períodos de chuva fraca ou chuvisco nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, mais frequentes no Minho e Douro Litoral e a partir da tarde.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.