País

Centenas manifestam-se em Belém contra as mais de 100 mortes nos fogos

Centenas manifestam-se em Belém contra as mais de 100 mortes nos fogos

Centenas de pessoas reuniram-se esta terça-feira em frente à residência oficial do Presidente da República, em Belém, naquilo que seria uma vigília silenciosa de respeito e homenagem pelas vítimas dos incêndios, mas que acabou por transformar-se numa manifestação. Os manifestantes lançaram palavras de ordem dirigidas ao Governo e à Proteção Civil e pediram a demissão da ministra da Administração Interna.

  • "Os mais de 100 mortos são um peso na minha consciência"
    1:08

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa aponta o caminho à demissão da ministra da Administração Interna. O Presidente da República diz que o início de um novo ciclo passa por mudança de liderança. Para o chefe de Estado, o número de mortos nos incêndios são um peso na consciência e no mandato presidencial.

  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10

    País

    As autoridades confirmaram a morte de oito pessoas no concelho de Vouzela. Agora é tempo de fazer o luto e tentar reerguer o que foi destruído pelo fogo. Os testemunhos emocionados dos moradores e do autarca relatam a destruição deixada pelas chamas. Custódia perdeu quase tudo. José teve de comprar um gerador para continuar a dar de beber às galinhas.

  • "A bebedeira passa, o resto não!"
    2:48

    País

    O INEM socorreu mais de mil menores em coma alcoólico, no ano passado. Por isso, os adolescentes são o alvo da campanha lançada esta sexta-feira pelo Governo: "A bebedeira passa, o resto não!"

  • Sabe que pode estar a pagar 100€ a mais na fatura do gás?
    2:29

    Economia

    A maior parte das empresas fornecedoras de gás continua a cobrar aos clientes a taxa de ocupação do subsolo ao clientes, apesar da lei dizer que deve ser paga pelas empresas desde janeiro de 2017. Cada Câmara Municipal cobra o que entende e há autarquias que não cobram nada. Em alguns casos podemos estar a falar de mais de 8 euros por mês, ou seja, mais de 100 euros por ano.

  • As técnicas e o currículo polémico do Dr. Bumbum
    2:10

    Mundo

    Uma mulher morreu após uma operação aos glúteos, feita na casa de um cirurgião plástico conhecido no Brasil por Dr. Bumbum. Depois de quatro dias em fuga, o homem entregou-se às autoridades. O médico operava as mulheres em casa e no currículo tem um curso que não acabou e pós-graduações que não são reconhecidas.

  • Ir ao Douro e à Nazaré
    25:57
  • O convite que causou surpresa até na Casa Branca
    2:33