País

Turismo de Lisboa fez jantar no Panteão quando Costa era presidente da Câmara

Alegna13

O Panteão Nacional foi palco de jantar organizado pela Associação de Turismo de Lisboa em 2013, quando António Costa era autarca da cidade e, por inerência, presidente daquele organismo. A Câmara de Lisboa já desmentiu o envolvimento do atual primeiro-ministro, uma das vozes críticas do recente jantar da Web Summit.

Última atualização às 9:55

O evento em causa, segundo a CMTV e o jornal i, tratou-se de um jantar da Associação de Turismo de Lisboa para promover o fado, em 2013, antes do despacho que passou a regular o aluguer de monumentos nacionais e que António Costa criticou.

O diretor da Associação do Turismo de Lisboa, Vítor Costa, garantiu já que o então presidente da Câmara "não foi consultado e não teve conhecimento, nem tinha que ter, de um jantar organizado pela ATL em 2013 no Panteão no âmbito de uma ação promocional de rotina".

Já o jornal Público avança que o jantar da Web Summit foi o décimo a realizar-se no corpo central do Panteão e o terceiro deste ano.

A diretora do monumento recusa demitir-se, garante que as regras foram cumpridas e que a sala onde decorreu o jantar não tem restos mortais. Isabel Melo revela que já recusou um pedido para a realização de uma festa de fim de ano, no local.

Nota: um anterior título desta notícia dava a entender que António Costa tinha participado no jantar, informação que estava errada e foi entretanto desmentida. Pedimos desculpa pelo erro.

  • "A Diretora-geral do Património devia demitir-se ou ter posto o lugar à disposição"
    25:14

    Opinião

    Luís Marques Mendes analisou, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite de domingo, o jantar polémico organizado pela Web Summit no Panteão Nacional, o surto de legionella, os dois anos do Governo de António Costa, a primeira sondagem realizada depois dos incêndios que devastaram o país, o estado da economia e ainda os jogos de futebol solidários da seleção nacional.

  • Diretora do Panteão Nacional não se demite 
    4:19

    País

    Sucedem-se as reações ao jantar dos fundadores da Web Summit no Panteão Nacional. O ex-Secretário de Estado da Cultura que regulou o aluguer dos monumentos, acusa o Governo de fugir às responsabilidades. António Costa considerou indigna a utilização do espaço e o PSD e CDS acusam o primeiro-ministro de sacudir a água do capote. A diretora do Panteão já disse que não se demite e o único a pedir desculpas foi o organizador da cimeira, Paddy Cosgrave. 

  • Acabaram-se os jantares no Panteão Nacional
    3:35

    País

    Não param as reações políticas ao polémico jantar no Panteão Nacional, organizado pela Web Summit. PSD e CDS-PP acusam o primeiro-ministro de estar a sacudir responsabilidades, depois de António Costa ter dito que a culpa do evento era de um despacho do anterior Governo. Por agora, apenas o líder da Web Summit veio pedir desculpa. Certo é que, daqui para a frente, os jantares deixam de ser possíveis no Panteão.

  • Jantar da Web Summit no Panteão Nacional alvo de críticas
    2:13

    País

    A Web Summit terminou há dois dias e ontem realizou-se o Founders Summit, um jantar paralelo ao evento principal, que reuniu figuras de topo e grandes empresários. Este ano, para surpresa de muitos, os convidados jantaram em pleno átrio do Panteão Nacional. António Costa diz que a utilização do monumento é "ofensiva" e "indigna" e que vai passar a ser proibida. O Presidente da República aplaude a decisão do Governo.

  • Três sportinguistas analisam entrevista de Bruno de Carvalho
    1:29
  • Manuel Pinho não terá declarado dinheiro que recebeu
    2:45

    Economia

    Manuel Pinho não terá declarado ao Tribunal Constitucional o dinheiro que recebeu do chamado saco azul do Grupo Espírito Santo. Esta terça-feira, no Parlamento, o antigo ministro da Economia de José Sócrates foi questionado sobre o assunto mas recusou responder.

  • Ora Eça!

    Opinião

    Eça, o meu conterrâneo que se definia como sendo "apenas um pobre homem da Póvoa de Varzim" não haveria de gostar de nada que fosse obrigatório. Durante décadas, Os Maias lá estiveram, quem sabe numa progressista lista pós-revolução, dada a natureza "sexual e incestuosa" da obra. Sai dessa lista agora. Claro que sai. "Ninguém" gostava de "ter de" ler Os Maias.

    Pedro Cruz

  • Jovens tailandeses poderão vir a sofrer de transtornos a longo prazo
    2:30

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador resgatados de uma gruta da Tailândia já tiveram alta. Uma semana depois, saíram do hospital e deram uma conferência de imprensa em que se mostraram sorridentes. No entanto, os especialistas advertem que poderão vir a sofrer de transtornos a longo prazo, se forem obrigados recorrentemente a reviver tudo o que passaram.

  • Os portugueses que se cruzaram na vida de Mandela
    2:19
  • Cem anos de Mandela: o legado de um "gigante da História"

    Mundo

    Na história da Humanidade contam-se muito poucas figuras capazes de gerar uma aclamação unânime e global de elogio e agradecimento. Nelson Mandela está nessa lista de eleitos. No dia em que completaria 100 anos, recordamos o legado de "Madiba", um dos maiores impulsionadores da paz que este mundo já conheceu.

    André de Jesus

  • Será este o táxi mais autografado do mundo?
    2:27
  • Quem é a mais recente líder da Sonae?
    2:16
  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02

    País

    Uma rádio comunitária está no ar, por estes dias, no bairro do Intendente, em Lisboa. O projeto é temporário e termina no próximo domingo. Mas até lá, a Rádio Escuta chega a mais de 100 países, pela internet, e dá voz aos imigrantes de diversas origens que vivem em Lisboa.

  • Lisboa vai ser Capital Verde da Europa em 2020
    2:54

    País

    O vereador do Ambiente de Lisboa quer envolver todos os cidadãos, empresas e agentes culturais na Capital Verde da Europa em 2020. Lisboa é a primeira cidade do sul da Europa a conseguir a distinção e, até lá, a Câmara promete um conjunto de investimentos para tornar a capital portuguesa um exemplo na área ambiental. Um deles é a construção de uma central solar.

  • Donald Trump em nova polémica

    Mundo

    O presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, fez estalar uma nova polémica ao chamar ao Montenegro um "país muito pequeno" cujos habitantes são "muito agressivos" e por parecer questionar o princípio da defesa mútua dentro da NATO.

  • Urso apanhado na piscina de moradia de luxo na Califórnia
    1:35