sicnot

Perfil

País

Governo chama sindicatos dos professores para reunião em véspera de greve

Manuel Araujo / LUSA

Os dois maiores sindicatos de professores são recebidos hoje no Ministério da Educação para discutir o descongelamento das carreiras previsto na próximo Orçamento do Estado, mas duvidam que haja mudanças capazes de suspender a greve de amanhã.

Na véspera da greve geral de professores, que os sindicatos acreditam que poderá ser a maior da década, duas secretárias de Estado recebem esta tarde representantes da Federação Nacional de Professores (Fenprof) e da Federação Nacional da Educação (FNE), contaram à Lusa responsáveis daquelas duas estruturas sindicais.

Em causa está a polémica proposta de não contagem do tempo de serviço prevista na proposta do Orçamento de Estado para 2018 (OE2018), que será debatida na quarta-feira no parlamento.

"Ontem à meia-noite ligaram do ministério da Educação a dizer que iríamos receber uma convocatória de reunião com a secretária de Estado Adjunta, Alexandra Leitão", contou à Lusa João Dias da Silva, secretário-geral da FNE, que será recebido às 17:00.

Segundo Dias da Silva, o motivo da reunião é discutir o descongelamento da carreira, mas a convocatória "não especifica qual a proposta que vão apresentar" aos professores.

A FNE não tem grandes expectativas em relação à reunião de hoje, assim como a Fenprof, que entende que o encontro serve apenas para "criar uma ilusão".

"Não temos expectativas nenhumas, porque quem quer negociar seriamente não marca uma reunião para a tarde da véspera de uma greve. O Governo sente-se afetado e quer tentar criar uma ilusão, mas nós não a temos", disse à Lusa o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira.

Para Mário Nogueira, se o Governo estivesse interessado em negociar, teria marcado a reunião para mais cedo ou, pelo menos, o encontro de hoje contaria com a presença de um ministro.

"A reunião é com duas secretárias de Estado - Alexandra Leitão (Adjunta) e a secretária de Estado da Administração e Emprego - que não têm competências negociais. Só vamos à reunião porque somos pessoas educadas", criticou Mário Nogueira, lembrando que a Fenprof começou a pedir uma reunião a 12 de outubro, quando tomou conhecimento da proposta do OE2018.

A progressão na carreira dos professores está interrompida há uma década e, segundo a leitura feita pelos vários sindicatos, a proposta de OE2018 prevê que não seja contabilizado o trabalho realizado entre 31 de agosto de 2005 e 31 de dezembro de 2007 nem entre janeiro de 2011 e 31 de dezembro de 2018.

Os representantes sindicais percebem o impacto da reposição dos valores devidos e por isso dizem estar disponíveis para negociar essa reposição de forma gradual.

No entanto, dizem que nem ministério da Educação nem ministério das Finanças têm mostrado abertura para o diálogo, o que agrava o descontentamento dos docentes.

Os professores realizam na quarta-feira uma greve geral e uma concentração em frente ao parlamento, o que se poderá traduzir em escolas fechadas, alunos sem aulas e professores na rua.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.