sicnot

Perfil

País

Parlamento vai ouvir LNEC, Infraestruturas de Portugal e Governo sobre Ponte 25 de Abril

O parlamento vai ouvir, com carácter de urgência o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), a Infraestruturas de Portugal e o Governo acerca de um estudo do LNEC sobre o estado de conservação da Ponte 25 de Abril.

Aos pedidos de audição do LNEC, do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, e do ministro das Finanças, Mário Centeno, apresentados pelo CDS-PP, PCP e PSD, juntou-se esta quarta-feira o pedido de audição das Infraestruturas de Portugal, pelo PS.

Os pedidos de audição foram aprovados por unanimidade e com caráter de urgência pela Comissão da Economia e Inovação.

A Ponte 25 de abril vai ser alvo durante dois anos de trabalhos de manutenção, orçados em 18 milhões de euros, anunciou no início do mês a Infraestruturas de Portugal (IP), que vai lançar ainda em março o concurso público internacional para adjudicação da obra.

"Recentemente, dois relatórios (do Instituto de Soldadura e Qualidade e do Laboratório Nacional de Engenharia Civil) indicaram a necessidade de realização de obras a curto prazo, confirmando a programação previamente definida pela Infraestruturas de Portugal. Face à urgência identificada nesses relatórios, o Ministério das Finanças aprovou, prontamente, as respetivas portarias de extensão de encargos", revelou então o Ministério das Finanças, num comunicado.

A entidade adianta que a lei do Orçamento do Estado para 2018 previa já os "montantes necessários" à intervenção na infraestrutura.

Por sua vez, o presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Laranjo, disse que a obra de reparação da Ponte 25 de Abril "não é urgente" e que, se houvesse perigo, a infraestrutura "estaria fechada".

O presidente do conselho diretivo do LNEC, Carlos Pina, garantiu que a Ponte 25 de Abril "está e estará segura", explicando que não existe perigo para os utentes.

O mesmo responsável referiu que está previsto que as obras decorram durante dois anos e que, durante esse período, não existe perigo para os utentes da Ponte 25 de Abril, explicando que está afastada a ideia de interdição da circulação de veículos pesados na ponte, o que só poderia acontecer caso a situação se agravasse.

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.