País

Continente, Madeira e Açores sob aviso amarelo devido à agitação marítima

Alvaro Barrientos

Dez distritos do continente e os arquipélagos da Madeira e dos Açores estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão sob aviso amarelo devido à previsão de ondas de oeste-noroeste com 4 a 5 metros entre as 15:00 de hoje e as 18:00 de quarta-feira.

Também a costa norte da Madeira e o Porto Santo estão, entre as 18:00 de hoje e as 12:00 de quarta-feira, sob aviso amarelo por causa da agitação marítima.

Já o arquipélago dos Açores vai estar sob aviso até às 12:00 de hoje devido à agitação marítima.

Segundo o IPMA, o aviso amarelo é emitido sempre que há situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Quanto ao estado do tempo para hoje, o IPMA prevê para o continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral a norte do Cabo Mondego até final da manhã, podendo persistir no Minho até meio da tarde, vento fraco e neblina ou nevoeiro matinal.

O IPMA prevê a partir de hoje em Portugal continental uma subida dos valores das temperaturas, em particular da máxima, prevendo-se valores acima da média para o mês de abril.

Segundo o IPMA, a temperatura máxima irá variar entre 24/25 °C na generalidade do território, podendo atingir 27/28°C em alguns locais.

A temperatura mínima, deverá variar entre 4ºC e 13ºC, subindo para valores entre 9ºC e 16 ºC a partir de sexta-feira.

No fim de semana, a temperatura máxima deverá voltar a descer, mantendo-se no entanto acima de 20ºC praticamente em todo o território do continente.

Na Madeira prevê-se hoje céu geralmente pouco nublado e vento fraco a moderado do quadrante sul.

O IPMA prevê para o arquipélago dos Açores períodos de céu muito nublado com abertas, descida da temperatura do ar, aguaceiros, que poderão ser de granizo, condições para a ocorrência de trovoada e vento oeste fresco a muito fresco com rajadas até 75 quilómetros por hora, rodando para noroeste a partir da noite.

Lusa

  • O tempo para hoje
    1:13

    País

    Para esta 3ª feira, 17 de abril de 2018 prevê-se a subida da temperatura máxima, céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral a norte do Cabo Mondego até final da manhã, podendo persistir no Minho até meio da tarde.Vento fraco. Neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.Subida da temperatura máxima.

  • "O Mal Entendido: as doenças a que chamamos cancro" - capítulo 4: Os maratonistas
    33:52
  • O verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo das pistolas
    0:50

    Assalto em Tancos

    O general Leonel de Carvalho associa o roubo em Tancos ao desaparecimento de 57 armas da PSP de Lisboa, em fevereiro do ano passado. O antigo secretário geral do Gabinete coordenador de Segurança considera ainda que o verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo dessas pistolas e não no alegado desaparecimento de algumas granadas e outro material explosivo de pouca capacidade.

  • "Aquilo parecia um filme de terror"
    1:40

    Crise no Sporting

    Jorge Jesus abordou os incidentes de Alcochete pela primeira vez. Em entrevista à Bola TV, o treinador português, agora no Al Hilal da Arábia Saudita, falou do medo que viveu naqueles momentos. Jorge Jesus disse também que não fecha a porta a nenhum clube em Portugal.

  • Benfica promete queixa-crime contra quem divulgou contratos de Castillo e Ferreyra
    1:26

    Desporto

    Um blog divulgou na internet os valores dos contratos de dois dos reforços do Benfica, Castillo e Ferreyra. O clube da Luz promete agir judicialmente contra quem divulgou estas informações. A SIC sabe que devido à gravidade dos factos a Liga de Clubes está a considerar suspender os funcionários da instituição até que este caso seja esclarecido.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52
  • Donald Trump envolvido em mais uma polémica
    1:49
  • 20 quilómetros até ao trabalho valeu um carro

    Mundo

    Quando o carro de Walter Carr deixou de funcionar um dia antes do primeiro dia de trabalho numa empresa de mudanças, ele não desistiu nem ligou a dizer que ia faltar. Saiu de casa à meia-noite e fez mais de 20 quilómetros a pé para chegar a horas. No final recebeu uma recompensa.

    SIC