País

PJ faz buscas nas instalações da RTP

Tiago Petinga/LUSA

As instalações da RTP em Lisboa foram hoje de manhã alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária. A informação foi confirmada pela Procuradoria-Geral da República que não adianta mais detalhes sobre a operação.

As buscas decorreram no âmbito de uma investigação que remonta ao ano de 2012 e que dizem respeito a um patrocínio da Câmara Municipal de Santarém a um programa da RTP, "Justiça Cega".

Na altura, em 2012, Moita Flores era presidente da autarquia e também um dos comentadores não pagos do programa.

À SIC, Moita Flores disse não saber nada sobre a investigação em curso, mas confirmou que foi o próprio a propor à RTP a emissão do programa a partir de Santarém.

Para que o programa fosse realizado terá sido pedido um apoio à produção que acabou por ser dado pela empresa municipal Águas de Santarém, no valor de cerca de 5 mil euros,

A SIC tentou contactar Nuno Santos, o então diretor do canal público, mas, até ao momento, não obteve resposta.

  • Há uma praga de gaivotas no Porto
    2:13
  • Construção civil volta a crescer
    0:49

    Economia

    Depois de anos a ser um dos setores mais penalizados pela crise a construção civil voltou a crescer. Em 2017 foram licenciados quase 19 mil edifícios, um aumento de 10% em relação ao ano anterior. 

  • Novo vídeo mostra rapazes tailandeses a dizer que estão bem e a agradecer apoio
    2:07