País

Missão da Comissão Europeia vai ajudar Portugal na prevenção de fogos

Trabalhos de limpeza de terrenos, no âmbito do Dia Mundial da Árvore e da Floresta, em Vale de Cambra.

A Comissão Europeia está atualmente a ajudar Portugal na avaliação do sistema de defesa e de proteção das florestas, anunciou esta segunda-feira o executivo comunitário em comunicado.

A missão, solicitada por Portugal através do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia (UE), vai contar com peritos em meteorologia, técnicos em comportamento do fogo e técnicos em prevenção de incêndios para apoiar as autoridades portuguesas na identificação de medidas preventivas que complementem os esforços nacionais em curso.

De acordo com a nota da Comissão Europeia, os peritos identificarão domínios críticos de intervenção e prestarão formação e aconselhamento às autoridades portuguesas, a fim de se prepararem para o verão, altura em que graves incêndios florestais são suscetíveis de afetar o país.

"É essencial reforçar a capacidade local para a preparação e prevenção de incêndios florestais para minimizar o impacto catastrófico dos incêndios florestais em países que são muitas vezes afetados, como Portugal. No ano passado, Portugal sofreu incêndios florestais mortíferos com dezenas de vítimas.

Temos de trabalhar em conjunto para garantir que tal tragédia não se repita. A partilha de conhecimentos, de experiência e de saber-fazer ajudará a prevenção e a reagir melhor a situações semelhantes ao longo do próximo verão", afirma, citado no comunicado, o comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides.

Os incêndios de junho e outubro de 2017 em Portugal causaram a morte de mais de uma centena de pessoas.

Lusa

  • "A bebedeira passa, o resto não!"
    2:48

    País

    O INEM socorreu mais de mil menores em coma alcoólico, no ano passado. Por isso, os adolescentes são o alvo da campanha lançada esta sexta-feira pelo Governo: "A bebedeira passa, o resto não!"

  • Sabe que pode estar a pagar 100€ a mais na fatura do gás?
    2:29

    Economia

    A maior parte das empresas fornecedoras de gás continua a cobrar aos clientes a taxa de ocupação do subsolo ao clientes, apesar da lei dizer que deve ser paga pelas empresas desde janeiro de 2017. Cada Câmara Municipal cobra o que entende e há autarquias que não cobram nada. Em alguns casos podemos estar a falar de mais de 8 euros por mês, ou seja, mais de 100 euros por ano.

  • As técnicas e o currículo polémico do Dr. Bumbum
    2:10

    Mundo

    Uma mulher morreu após uma operação aos glúteos, feita na casa de um cirurgião plástico conhecido no Brasil por Dr. Bumbum. Depois de quatro dias em fuga, o homem entregou-se às autoridades. O médico operava as mulheres em casa e no currículo tem um curso que não acabou e pós-graduações que não são reconhecidas.

  • Ir ao Douro e à Nazaré
    25:57
  • O convite que causou surpresa até na Casa Branca
    2:33