País

Ministro demite responsáveis por resíduos e recursos hídricos da Agência do Ambiente

TIAGO PETINGA

O ministro do Ambiente demitiu dois elementos do conselho diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), responsáveis pelas áreas de recursos hídricos e de resíduos, que passam a ser geridas por Pimenta Machado e Mercês Ramos Ferreira.

"Duas área do conselho diretivo da APA tinham de seguir rumos diferentes, nos resíduos não estávamos a encontrar o dinamismo que queremos, com a economia circular, e nos recursos hídricos é preciso dar um impulso às políticas e transformá-las em obra", disse hoje à agência Lusa João Matos Fernandes.

Na área da gestão de resíduos, a escolha foi para Maria Mercês Duarte Ramos Ferreira, que, até fevereiro exerceu funções de técnica superior no gabinete de apoio ao presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, trabalhando em projetos como o Plano Municipal para a Economia Circular, depois de ter sido vereadora de Ambiente naquela autarquia.

Para liderar a gestão dos recursos hídricos, o ministro do Ambiente contratou José Carlos Pimenta Machado da Silva, administrador Regional da Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Norte, departamento da APA no norte, e que, em 2013, assumiu a presidência do Conselho de Administração da Sociedade Polis Litoral Norte, além de ser membro da direção do Instituto de Hidráulica e Recursos Hídricos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Deixam a direção da APA António João Sequeira Ribeiro, que ocupava o cargo de vice-presidente, e Inês Diogo, vogal.

A economia circular é uma prioridade do ministro do Ambiente e visa alterar formas de produzir para reduzir a pressão sobre os recursos naturais, optando por reutilizar e reciclar materiais.

Na área dos recursos hídricos, aquando do foco de poluição do rio Tejo, em Vila Velha de Rodão, com o aparecimento de espuma, a APA foi criticada e algumas entidades e partidos políticos da oposição defenderam a demissão do presidente da agência do Ambiente, Nuno Lacasta.

Lusa

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46

    Reportagem Especial

    Tem mais de 90 nacionalidades diferentes. Os censos de 2011 da freguesia de Arroios, em Lisboa, registavam 4.500 estrangeiros mas nos últimos anos o número terá duplicado. É a freguesia mais multicultural do país, onde a diferença é a principal riqueza.

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.