sicnot

Perfil

País

PJ deteve 6 pessoas por rapto, casamento forçado e violação

Benoit Tessier

A Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) deteve seis pessoas suspeitas dos crimes de rapto, casamento forçado e violação contra uma rapariga de 18 anos, informou hoje o órgão de polícia criminal. Os crimes terão ocorrido durante a quadra natalícia, em 2017, em Coimbra e Aveiro.

Em comunicado, a PJ refere que os crimes em causa terão ocorrido durante a quadra natalícia de 2017, nas áreas das cidades de Coimbra e Aveiro.

De acordo com a mesma fonte, os detidos, com idades entre os 30 e 50 anos, têm todos "relações de parentesco ou afinidade, segundo o respetivo costume" e alguns deles têm antecedentes criminais e cumprimento de pena por crimes distintos dos atuais.

"A vítima foi resgatada pela PJ, no decurso do corrente ano, e colocada em local reservado e diferente da residência habitual por razões de segurança", refere a mesma nota.

A operação, que envolveu 40 investigadores, incluiu a realização de seis buscas domiciliárias, onde foi recolhido material relevante para a investigação.

Os seis detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Com Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57