País

Greve na CP prejudicou sobretudo comboios urbanos de Lisboa

(Lusa/Arquivo)

LUSA

Mais de metade dos comboios previstos até às 14:00 desta quarta-feira foram suprimidos devido à greve dos trabalhadores da CP, afetando sobretudo os comboios urbanos de Lisboa, informou hoje uma fonte da transportadora.

De acordo com a mesma fonte, entre as 00:00 e as 14:00 estavam previstos 426 comboios, tendo-se realizado 209.

Os mais afetados pela greve foram os comboios urbanos de Lisboa, estando prevista a realização de 184 e tendo-se realizado apenas 58.

Dos 37 comboios de longo curso previstos realizaram-se 26 e dos 205 regionais previstos foram realizados 125, segundo a empresa.

Pelo seu lado, o presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) garantiu hoje que "foi total" a adesão dos trabalhadores à greve da CP e empresas de transporte de mercadorias.

Em declarações à agência Lusa, Luís Bravo afirmou que a "adesão foi total", com exceção dos trabalhadores escalados para os serviços mínimos de uma "luta relacionada com a segurança da circulação, dos utentes e dos postos de trabalho".

A paralisação - a segunda este mês - está relacionada com "questão do agente único" (revisor), e, desta vez, abrange os trabalhadores com local de trabalho entre Coimbra e Vila Real de Santo António.

"A luta vai continuar nos dias 23 e 24" de junho a norte de Coimbra, garantiu ainda o dirigente.

Lusa

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46

    Reportagem Especial

    Tem mais de 90 nacionalidades diferentes. Os censos de 2011 da freguesia de Arroios, em Lisboa, registavam 4.500 estrangeiros mas nos últimos anos o número terá duplicado. É a freguesia mais multicultural do país, onde a diferença é a principal riqueza.

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.