sicnot

Perfil

Pequenas grandes histórias

"Fabricado na Terra por humanos". Há um Tesla descapotável a caminho de Marte

"Fabricado na Terra por humanos". Há um Tesla descapotável a caminho de Marte

Patrícia Almeida

Patrícia Almeida

Texto e edição de imagem

Jornalista

Vai demorar pelo menos seis meses a chegar ao planeta Marte, mas Elon Musk, proprietário da viatura, um Tesla Roadster, e da empresa que lançou o carro para o espaço está confiante. Ao volante do Tesla está um starman, um boneco que "transporta" duas duas mensagens espe(a)ciais: "não entre em pânico" e "fabricado na Terra por humanos".

O carro foi lançado pelo foguetão mais poderoso do mundo, o Falcon Heavy, esta terça-feira, a partir do Cabo Canaveral, EUA, precisamente da mesma plataforma onde descolaram as missões Apollo
com destino à lua.

O momento foi festejado ao som de palmas e do "Life On Mars" de David Bowie.

O carro de Elon Musk vai demorar seis meses a chegar a Marte. São cerca de 400 milhões de km que pode acompanhar aqui em direto.

Depois prevê-se que fique à deriva no espaço entre as órbitas da Terra e Marte
durante milhares e milhares de anos.

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.