sicnot

Perfil

10 Minutos

10 minutos com Assunção Cristas

Entrevista na íntegra

10 minutos com Assunção Cristas

O CDS vai abster-se na votação da apreciação parlamentar da descida da Taxa Social Única. A revelação foi feita por Assunção Cristas, numa entrevista ao novo espaço da Edição da Manhã, da SIC Notícias. A líder do CDS critica a "ligeireza" de António Costa e lamenta a falta de apoio do PSD à sua candidatura autárquica em Lisboa.

Assunção Cristas diz que "o CDS valoriza muito a concertação social" e por isso se vai abster nas apreciações parlamentares à descida da TSU pedidas pela esquerda. "Não estamos ao lado do BE e PCP", disse.

Com críticas à "ligeireza de olhar para os assuntos" por parte de António Costa, Cristas disse que o CDS vai apresentar as suas próprias propostas em relação à TSU.

Quanto às autárquicas, a também candidata à Câmara de Lisboa admitiu que a tarefa "é mais difícil" sem o apoio do PSD, notícia que soube pela comunicação social - "acho que seria natural ter sabido de viva voz", disse.

  • Cristas anuncia abstenção na TSU
    0:58

    TSU/PEC

    A líder do CDS anunciou esta manhã na SIC Notícias que os centristas vão abster-se na votação da apreciação parlamentar da descida da Taxa Social Única. Em entrevista ao "10 minutos", Assunção Cristas explicou que opta pela abstenção para "proteger o acordo de Concertação".

  • Polémica TSU. Cristas tem quatro propostas
    1:15

    TSU/PEC

    Além da intenção de manter 0,75 de redução da TSU para os patrões, Assunção Cristas revelou ainda que o CDS vai avançar com outras três medidas. Propostas que passam pelas IPSS, PMEs e pelo retomar a reforma do IRC diminuindo a taxa.

  • Autárquicas em Lisboa. Cristas critica Passos
    1:05

    País

    Juntos seriam mais fortes. A líder do CDS diz que se perdeu uma "boa oportunidade" para tirar Fernando Medina do poder. Cristas reagia ao facto do PSD não apoiar a sua candidatura a Lisboa e lamentou ter conhecido a decisão pela comunicação social: "seria natural ter sabido de viva voz".

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14