sicnot

Perfil

Programas

Via Sacra, na Reportagem Especial

HOJE NO JORNAL DA NOITE

Via Sacra, na Reportagem Especial

A Mata do Buçaco não é apenas o conhecido palácio hotel construído sobre o velho convento de Santa Cruz, dos carmelitas praticantes da austeridade e defesores do ambiente. Mas se a mata é mais do que o palácio hotel, deve-o precisamente aos religiosos que ali se instalaram no século XVII e por ali ficaram até à expulsão das ordens religiosas em 1834. A mata propõe vários trilhos de visita. O da Via Sacra, construída pelos carmelitas, foi rasgado na montanha em 1644. Está hoje em acentuado estado de degradação, à espera de restauro. Construída segundo as dimensões de Jerusalém, a Via Sacra da Mata do Buçaco é um exemplar único no património português.

Nesta Reportagem Especial fazemos uma ponte de quatro mil quilómetros com o jornalista Joaquim Franco no Buçaco e o correspondente da SIC Henrique Cymerman em Jerusalém. Subimos a Via Sacra do Buçaco pelos passos e olhar do frade franciscano capuchinho Fernando Ventura. Percorremos as ruas da Via Dolorosa de Jerusalém, ouvindo peregrinos.

No domingo de Páscoa, no Jornal da Noite.

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.