sicnot

Perfil

Abandonados

Fundição Alba em Albergaria-a-Velha

ABANDONADOS

Fundição Alba em Albergaria-a-Velha

O Abandonados foi conhecer a história do único carro que do motor à carroçaria foi feito em Portugal, o Alba, e a fábrica onde nasceu em Albergaria- a-Velha. Foi desta fundição, que chegou a ser a maior do país, que saíram também bancos de jardim e candeeiros, instalados de norte a sul de Portugal.

  • A Escola Prática de Cavalaria
    23:14

    Abandonados

    No 41º aniversário da Revolução, o Abandonados visitou o local de onde saiu o 25 de abril. A Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, foi um antigo quartel do exército e berço do dia da liberdade em Portugal . Está abandonada desde 2006.

  • Regresso às Termas de Radium
    15:04

    Abandonados

    Este domingo foi dia de Abandonados. De duas em duas semanas, a SIC mostra-lhe locais que já foram importantes e que nos últimos anos foram deixados à sua sorte. Foi o caso das Termas Radium, um sítio em Sortelha, na Guarda, que no inicio do século XX era um hotel e uma referência para médicos e doentes.

  • Parabéns! Portugal faz hoje 839 anos

    País

    É dia de cantar os parabéns. Portugal celebra esta quarta-feira 839 anos, depois de a 23 de maio de 1179 o Papa Alexandre III ter emitido a bula "Manifestis Probatum" onde reconhece o território como reino independente.

    SIC

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • Presidente da República apoia reforma "quanto antes" do Tribunal de Contas
    1:13

    País

    O Presidente da República defendeu esta manhã uma reforma do Tribunal de Contas para que se adeque a lei que prevê o controlo das entidades públicas. Para Marcelo Rebelo de Sousa, se a lei der melhores meios de controlo e for de mais rápida aplicação, vai dissuadir casos de má gestão de dinheiros públicos que acabam por resultar em crimes.

  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.