sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Helen Mirren protagoniza drama histórico

CARTAZ CINEMA

Helen Mirren protagoniza drama histórico

Com Helen Mirren no papel central, “Mulher de Ouro” evoca uma história dramática centrada num quadro roubado pelos nazis. João Lopes comenta algumas das principais novidades da semana, destacando também o lançamento (directo em DVD) de “Bem-Vindo a Nova Iorque”, de Abel Ferrara.

“Mulher de Ouro”, de Simon Curtis, narra a história verídica de uma mulher austríaca que, mais de meio século depois do fim da Segunda Guerra Mundial, tenta recuperar um quadro de Gustav Klimt que foi roubado à sua família pelos nazis — o destaque vai para Helen Mirren, na composição da personagem central.

A época estalinista na União Soviética surge evocada através de “A Criança nº 44”, uma realização de Daniel Espinosa inspirada no primeiro título de uma trilogia de romances assinados por Tom Rob Smith. A liderar o elenco estão os nomes de Tom Hardy, Gary Oldman e Noomi Rapace.

Esta semana, uma verdadeira estreia ocorre nos circuitos do DVD, através da edição de “Bem-Vindo a Nova Iorque”, o filme de Abel Ferrara inspirado no escândalo sexual de Dominique Strauss-Kahn. Gérard Depardieu é o protagonista de uma história que Ferrara, fiel aos temas do seu universo, aborda como uma parábola sobre a inocência e o pecado.

“Quarto com Vista sobre a Cidade” (1985), de James Ivory, reapareceu em DVD — um melodrama do começo do séc. XX, adaptando um romance de E. M. Forster, com Helena Bonham-Carter, Denholm Elliott e Maggie Smith nos papéis principais.

Outro título célebre da mesma época, “A Missão” (1986), de Roland Joffé, regressa também ao DVD. Com Jeremy Irons e Robert De Niro, este é um drama do séc. XVIII, centrado na acção dos jesuítas na Amazónia, com os conflitos das coroas portuguesa e espanhola em pano de fundo.



* Banda sonora: “A Barriga de um Arquitecto” (1987), de Peter Greenaway

> “Birds for the Mind”, Wim Mertens

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.