sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Christian Bale no labirinto de Hollywood

cartaz cinema

Christian Bale no labirinto de Hollywood

“Cavaleiro de Copas” é uma fascinante aventura existencial, centrada na personagem de um argumentista que procura refazer o seu trabalho do labirinto de Hollywood. João Lopes comenta as principais novidades da semana, incluindo uma nova proposta do cinema português, “Gelo”, com assinatura de Luís e Gonçalo Galvão Teles.

Em momento de balanço dos Oscars, surge o filme “A Força da Verdade”, com Will Smith, um dos títulos que ficou fora da corrida — o seu tema central, muito polémico nos EUA, é o modo como a prática do futebol (americano) tem gerado graves lesões cerebrais em muitos dos seus atletas.

O cinema americano, através dos bastidores de Hollywood, está em cena em “Cavaleiro de Copas”, com Christian Bale a interpretar um argumentista compelido a reflectir sobre os prós e contras da sua trajectória profissional. Com assinatura de Terrence Malick, este é um filme que prolonga as experiências dos seus títulos anteriores, “A Árvore da Vida” (2011) e “A Essência do Amor” (2012).

“Meu Rei”, de Maïwenn, retrata as atribulações de uma mulher atingida por uma perturbante crise psicológica. A interpretação de Emmanuelle Bercot valeu-lhe, em Cannes/2015, o prémio de melhor interpretação feminina (ex-aequo com Rooney Mara, em “Carol”).

O cinema português continua a propor experiências originais. Com “Gelo”, Luís e Gonçalo Galvão Teles (duas gerações, pai e filho, envolvidas na realização), encenam uma história romântica que se vai transformando numa aventura com componentes de ficção científica — Ivana Baquero, Afonso Pimentel e Albano Jerónimo lideram o elenco.

* Banda sonora: “Aconteceu no Oeste” (1968), de Sergio Leone

> “L’Uomo dell’ Armonica”, Ennio Morricone

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.