sicnot

Perfil

cartaz.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Um conto de artes marciais no feminino

Cartaz cinema

Um conto de artes marciais no feminino

"A Assassina" evoca os tempos atribulados da Dinastia Tang, na China do séc. VIII, centrando-se na saga de uma jovem perita em artes marciais. João Lopes comenta as principais novidades da semana, destacando também a estreia do primeiro filme de Natalie Portman como realizadora.

Hou Hsiao-Hsien, um dos veteranos do cinema chinês, filma as aventuras de uma mulher treinada para exterminar os inimigos da Dinastia Tang: com Shu Qi no papel principal, “A Assassina” é um espectáculo deslumbrante e enigmático que, em Cannes, valeu a Hou Hsiao-Hsien o prémio de realização.

A partir da autobiografia de Amos Oz, Natalie Portman assina a sua primeira longa-metragem como realizadora: “Uma História de Amor e Trevas” evoca os tempos de formação do Estado de Israel, num registo dramático em que se destacam as relações do protagonista com a mãe (interpretada por Portman).

“Posto Avançado do Progresso”, com assinatura de Hugo Vieira da Silva, é uma nova proposta do cinema português, centrando-se no dia a dia assombrado de dois colonizadores portugueses, em África, em finais do séc. XIX — Nuno Lopes e Ivo Alexandre são os actores principais.

Na área do DVD, assinala-se o lançamento de “O Grande Museu”, de Johannes Holzhausen — um documentário sobre os bastidores de um museu de Viena, numa altura em que são promovidos importantes melhoramentos nas suas principais galerias.

- Banda sonora: “Jogo de Lágrimas” (1992), de Neil Jordan - “The Crying Game”, Boy George

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.