sicnot

Perfil

cartaz.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Redescobrindo o génio de Eisenstein

CARTAZ CINEMA

Redescobrindo o génio de Eisenstein

Sergei Eisenstein (1898-1948) é um dos autores em destaque no Ciclo do Grande Cinema Russo, a decorrer em salas de Lisboa e Porto. João Lopes comenta as principais novidades da semana, incluindo “A Lei do Mercado”, que valeu a Vincent Lindon o prémio de melhor actor no Festival de Cannes de 2015.

Podemos ver ou rever o génio criativo de Sergei Eisenstein através de “Alexandre Nevsky” (1938) e “Ivan, o Terrível” (1945), a passar em cópias restauradas no Ciclo do Grande Cinema Russo. O evento inclui ainda outros clássicos como Dziga Vertov e Boris Barnet, a par de Sergei Bondarchuk, Larisa Chepitko e Nikita Mikhalkov.

Vincent Lindon interpreta um vigilante de um hiper-mercado no filme francês “A Lei do Mercado”, de Stéphane Brizé — um retrato íntimo de uma situação laboral de crise que, além do mais, confirma a importância estética e temática do realismo na actual produção europeia.

“Cemitério do Esplendor” é mais um exemplo da singularidade da obra do tailandês Apichatpong Weerasethakul (apresentado na selecção oficial de Cannes/2015). Em cena está o dia a dia de um hospital que acolhe militares feridos, num registo em que a vida comum vai sendo assombrada pelos fantasmas do mundo espiritual.

Richard Linklater, o cineasta de “Boyhood” (2014), continua apostado em retratar as peculiaridades das gerações mais jovens. Agora, em “Todos Querem o Mesmo”, faz a crónica bem disposta de um grupo de adolescentes à beira de entrar na vida universitária. Como complemento, é exibido “Balada de um Batráquio”, o filme com que Leonor Teles arrebatou o Urso de Ouro de melhor curta-metragem, no passado mês de Fevereiro, no Festival de Berlim.

* Banda sonora: “American Psycho” (2000), de Mary Harron

> “Something in the Air”, David Bowie

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.