sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Mark Rylance é o gigante de Spielberg

CARTAZ CINEMA

Mark Rylance é o gigante de Spielberg

O inglês Mark Rylance reparece em “O Amigo Gigante”, uma adaptação do conto de Roald Dahl assinada por Steven Spielberg. João Lopes evoca a obra do cineasta iraniano Abbas Kiarostami, falecido aos 76 anos de idade, comentando também as principais novidades da semana, incluindo uma nova adaptação de um romance de John Le Carré.

Mark Rylance ganhou o Oscar de melhor actor secundário com “A Ponte dos Espiões” (2015), de Steven Spielberg. Agora, de novo sob a direcção de Spielberg, contracena com Ruby Barnhill na história de um gigante que estabelece uma especial relação de amizade de uma menina: “O Amigo Gigante” recupera os valores clássicos da fábula cinematográfica.

Com muitos dos seus livros adaptados ao cinema, John Le Carré volta a estar no centro das atenções com a versão de “Um Traidor dos Nossos”, um “thriller” sobre um professor de Oxford que se envolve com um negociante russo — Ewan McGregor e Stellan Skarsgard são os protagonistas, com Susanna White a assinar a realização.

Já com algumas curtas-metragens realizadas, Louis Garrel estreia-se no formato longo com “Os Dois Amigos”. Ele próprio e Vincent Macaigne são os protagonistas, numa aventura atribulada, resultante dos seu envolvimento com uma jovem mulher — o registo é de comédia romântica.

De novo com assinatura de Spielberg, podemos ver ou rever “A Ponte dos Espiões” através da respectiva edição em DVD: uma história vibrante da Guerra Fria, com Mark Rylance e Tom Hanks nos papéis principais.

* Banda sonora: “Deadpool” (2016), de Tim Miller

> “Angel of the Morning”, Juice Newton

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.