sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 14:30

Cartaz

Documentário evoca repressão da PIDE

Documentário evoca repressão da PIDE

João Lopes

João Lopes

Crítico de cinema

“Luz Obscura” é mais uma proposta documental de Susana de Sousa Dias, evocando os mecanismos de repressão do Estado Novo. João Lopes destaca ainda a estreia de “Frantz”, de François Ozon, e o lançamento em DVD do polémico “Mãe!”, de Darren Aronofsky.

Depois de “48” (2010), Susana de Sousa Dias volta a trabalhar sobre materiais provenientes dos arquivos da PIDE. A acção repressiva da polícia política do Estado Novo surge, desta vez, através dos testemunhos dos filhos de Octávio Pato — é evocado, em particular, o período em que o militante comunista esteve preso e foi torturado.

O francês François Ozon está de regresso através de um melodrama de guerra inspirado em “Broken Lullaby” (1932), de Ernst Lubitsch. No centro da acção está a relação dramática entre dois soldados, um francês, outro alemão, ambos combatentes na Primeira Guerra Mundial.

“Mãe!”, de Darren Aronofsky, foi, por certo, um dos títulos mais polémicos da produção americana de 2017. Já disponível em DVD, o filme encena as atribulações de um casal cuja casa é invadida por estranhos que se entregam a inquietantes rituais — com Jennifer Lawrence e Javier Bardem nos papéis centrais.

* Banda sonora: “2001: Odisseia no Espaço” (1968), de Stanley Kubrick

> “Trip to the Moon”, Alex North

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • Maduro deve ser reeleito em eleições contestadas pela oposição
    1:46

    Mundo

    Os venezuelanos elegem hoje o Presidente que deverá estar à frente do país até 2025. Há quatro candidatos, mas Nicolás Maduro é o favorito na corrida. A oposição apelou ao boicote e vários países da América e das Caraíbas, os EUA e a UE já avisaram que não reconhecerão resultados de uma eleição que não é livre nem transparente.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23