sicnot

Perfil

esefoosseconsigo.png

E se fosse consigo?

2ª FEIRA APÓS JORNAL DA NOITE

E se fosse consigo?

Homofobia é o tema do próximo "E se fosse consigo?"

Homofobia é o tema do próximo "E se fosse consigo?"

"E se fosse consigo?" regressa na próxima segunda-feira. Desta vez o programa vai falar sobre homofobia e já há debate nas redes sociais.

  • Próximo programa é sobre a homofobia
    0:42

    Homofobia

    Na próxima segunda-feira o programa da SIC "E Se Fosse Consigo?" vai abordar a homofobia. Será que os portugueses estão dispostos a intervir ao verem casal homossexual a ser ofendido em público?

  • AMPLOS ajuda pais a lidarem com orientação sexual dos filhos
    2:43

    E se fosse consigo?

    No próximo programa "E se fosse consigo?" vai ser abordada a homofobia. Até que ponto a sociedade portuguesa respeita a orientação sexual de cada um? Até que ponto alguém está disposto a intervir quando vê um casal homossexual a ser insultado e ofendido em público? Ontem estreou na SIC a campanha da AMPLOS, que serve para combater o preconceito relativo à orientação sexual e à identidade de género. A Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual pretende chegar ao maior número de famílias possível. A rejeição por parte dos pais pode trazer consequências trágicas na vida dos filhos e esse é o alerta da campanha.

  • Campanha da AMPLOS quer combater o preconceito
    3:47

    E se fosse consigo?

    O próximo programa "E se fosse consigo?" vai abordar a homofobia. Para combater o preconceito relativo à orientação sexual e à identidade de género, a SIC estreou a campanha da AMPLOS. A Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual ajuda os pais a lidarem com a orientação sexual dos filhos. Susana e Marta são mãe e filha e são as protagonistas do "Isto é o que parece. Isto é amor", o título da campanha da associação.

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26