sicnot

Perfil

esefoosseconsigo.png

E se fosse consigo?

2ª FEIRA APÓS JORNAL DA NOITE

E se fosse consigo?

E Se Fosse Consigo? A violência doméstica

Episódio completo

E Se Fosse Consigo? A violência doméstica

A violência doméstica é o tema do oitavo programa do "E se Fosse Consigo?".

  • A violência doméstica em debate
    21:53

    E se fosse consigo?

    O oitovo programa "E Se Fosse Consigo?" fala sobre a violência doméstica. O psicólogo forense Mauro Paulino, que tem investigado a situação e o comportamento das vítimas, o psicólogo forense Rui Abrunhosa, com experiência de trabalho com os agressores, e a jurista Ana Marciano, que lida diretamente com vítimas que recorrem à UMAR, foram os convidados para debater o tema na SIC Notícias.

  • "E Se Fosse Consigo?", "O que mais me marcou foi a minha mãe estar grávida de 9 meses e ele dar-lhe pontapés na barriga"
    3:28

    Violência doméstica

    As mulheres continuam a ser as principais vítimas da violência doméstica. No ano passado, apresentaram mais de 17 mil queixas de homens no contexto de uma relação, de acordo com dados da GNR e da PSP. Quem está disposto a parar com a violência? Fizemos a experiência. Na rua, um homem persegue a mulher, discute com ela e não hesita em maltratá-la. "E Se Fosse Consigo?" Estava disposto a agir ou seguia caminho?

  • Entrevista alargada a Maria Maia
    4:48

    Violência doméstica

    Ainda hoje não sabe bem o que a levou a acreditar. Talvez "as mil e uma promessas" ou simplesmente por estar sozinha criaram-lhe a ilusão de que ia ser feliz. Uma felicidade prometida que nunca chegou a acontecer. Da primeira chapada ao internamento hospitalar foi um pequeno passo. Maria recorda um percurso feito de agressões, insultos, da proibição de ver os filhos. Acabou por perder tudo, saiu de casa com 50 cêntimos no bolso para uma casa-abrigo. Resta-lhe esperar que a justiça faça justiça.

  • Entrevista alargada a Fátima Teixeira
    5:34

    Violência doméstica

    Foram precisos 46 anos para Fátima ganhar coragem para denunciar os maus-tratos de foi vítima. Dois casamentos, duas histórias de violência e insultos de que hoje já consegue falar. Fátima perdeu o medo, e deixa um conselho a todas as mulheres que sofrem às mãos de maridos ou namorados: "Não sofram! Ganhem coragem, participem deles".

  • Entrevista alargada a "Susana"
    6:40

    Violência doméstica

    "Vivia sempre com medo". Mesmo nos bons momentos temia. Os maus, podiam chegar a qualquer momento. Já tinha sido feliz. Tempos em que "Susana" julgava ter encontrado o companheiro perfeito, o pai que sonhou para o filho que os dois desejaram. "Susana" partilha episódios de uma vida de sofrimento. Das ameaças de que foi vítima às que incluíram o próprio filho.

  • Entrevista alargada a Liliana Ferreira
    2:31

    Violência doméstica

    "Quando o conheci, chamou-me a atenção, era carinhoso, era atencioso, achei que tinha encontrado o meu príncipe encantado". O pior veio depois. Murros, chapadas e pontapés que chegaram a levá-la à inconsciência. Liliana recorda como acordava com os filhos à volta dela e o dia em que pôs ponto final na relação. Seguiu com a vida em frente, mas as ameaças do passado continuam a caminhar com ela.

  • E se Fosse Consigo? Projeto Carry On apoia vítimas de violência doméstica
    3:50

    E se fosse consigo?

    O episódio de hoje do "E se Fosse Consigo?" vai abordar o tema da violência doméstica. O programa testa as reações de quem é confrontado com um homem que maltrata e insulta a mulher em público. Em Portugal existe um projeto de apoio às vítimas de violência doméstica chamado Carry On, que tem como principal objetivo promover o bem estar através do contacto com a natureza. A SIC acompanhou em exclusivo um dia de atividades no Mosteiro de Tibães, em Braga.

  • Violência doméstica: E se fosse consigo?
    1:45

    Violência doméstica

    A violência doméstica é o tema do próximo "E se fosse consigo?". Desta vez o programa testou as reações de quem é confrontado com um homem que maltrata e insulta a mulher à vista de todos. O debate sobre o assunto já circula nas redes sociais e não só. Sobre o tema não faltam opiniões.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31