E se fosse consigo?

“Conhecemo-nos para a fotografia, mas quando saímos à rua ninguém se conhece"

“Conhecemo-nos para a fotografia, mas quando saímos à rua ninguém se conhece"

Henrique Pinto defende que a ajuda prestada pelas organizações que trabalham com sem-abrigo é fundamental mas não chega para tirar ninguém da rua. Para o dirigente da Associação Impossible - Passionate Happenings, somos todos perfeitos desconhecidos a viver ombro a ombro e temos de recuperar o espírito da comunidade que cuida dos seus. “Conhecemo-nos para a fotografia, mas quando saímos à rua ninguém se conhece"

  • PAN apela à fiscalização da lei que impede autarquias de abater animais sem dono
    2:25

    País

    A partir de 23 de setembro, as câmaras municipais deixarão de poder abater animais errantes, os chamados vadios, sem dono. O PAN alerta para a necessidade de fiscalização, numa altura em que 145 municípios portugueses ainda não dispõem de centros de recolha oficial, nem estabeleceram protocolos com outras entidades, o que resulta no abate de milhares de animais.