sicnot

Perfil

Eleições EUA

Obama considera "ridículas" alegações de Trump sobre manipulação de eleições

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considerou ridículas as alegações do candidato republicano Donald Trump, de que as eleições presidenciais vão ser manipuladas.

"Não sei nem por onde começar a responder a essa questão", disse Obama, questionado por um jornalista sobre as declarações de Donald Trump.

"Se Trump está a sugerir que existe uma teoria da conspiração que está a ser programada em todo o país (...) isso é ridículo", declarou o Presidente aos jornalistas, em declarações citadas pela agência France Presse.

Donald Trump afirmou que a eleição presidencial de novembro contra Hillary Clinton pode ser falseada, numa altura em que as sondagens não dão resultados positivos ao candidato republicano.

Numa conferência de imprensa no Pentágono antes das suas férias de verão, o Presidente Obama sublinhou que as eleições não são manipuladas.

"Se Trump chegasse ao dia das eleições com 10 a 15 pontos de vantagem [nas sondagens] e acabasse por perder, então poderia levantar algumas dúvidas, mas, por enquanto, isso não aconteceu", afirmou Obama, citado pela agência noticiosa Efe.

O Presidente lembrou que a responsabilidade de estabelecer os mecanismos eleitorais, como a colocação das urnas, é dos Estados e das autoridades locais e que o papel do governo federal se limita a assegurar que não há máquinas que possam ser pirateadas nem processos que não respeitem os direitos civis.

"Que o senhor Trump sugere que há uma conspiração em todo o país, incluindo em Estados como o Texas, onde os democratas não estão no cargo, isso é ridículo", declarou Obama.

Lusa

  • Clint Eastwood escolhe Donald Trump
    1:40

    Eleições EUA 2016

    Clint Eastwood é respeitado pelo seu trabalho no cinema. Na política, nunca escondeu ser um homem conservador. Eastwood anunciou agora que prefere Donald Trump a Hillary Clinton. O realizador e ator diz que é um exagero que Trump seja considerado racista e elogia a forma de comunicar do republicano.

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • O mapa das vítimas dos incêndios
    1:19

    País

    Aumentou para 37 o número de mortes na sequência dos fogos que assolaram a zona Centro do país desde o fim de semana. Feridos são pelo menos 71. Atualizamos aqui o mapa, segundo o último balanço da Proteção Civil.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06