sicnot

Perfil

Grande Reportagem Interativa

"Ler e CÃOpreender"

As autoras do "Ler e CÃOpreender" escrevem, para a Grande Reportagem SIC, sobre os objectivos e os resultados do primeiro ano de implementação deste projecto de Terapia Assistida por Animais na Escola EB1 Santo António de Tercena, no concelho de Oeiras.

O Ler e CÃOpreender decorreu no ano letivo de 2014-15. A concretização deste projeto teve por base a parceria de duas instituições, uma da área da educação e outra da área da saúde, respetivamente o Agrupamento de Escolas de Linda-a-Velha e Queijas e a Casa de Saúde do Telhal.

As responsáveis pelo projeto foram a professora de educação especial, Filipa Nunes, e a técnica especializada em Terapia Assistida por Animais, Carla Azevedo.
Os beneficiários foram os alunos do 1º ciclo do ensino básico com dificuldades de aprendizagens ao nível da leitura e interpretação, que frequentam as aulas de educação especial, ao abrigo do decreto-lei 3/2008, de 7 de janeiro.

O animal selecionado foi o cão, devidamente treinado, com os cuidados de saúde necessários atestados pelo veterinário, e com as características específicas que permitem o trabalho que se pretende desenvolver. O cão foi um intermediário, uma ponte entre as técnicas e os utentes. A utilização de cães apresenta uma diversidade de possibilidades de trabalho. Os cães proporcionam silenciosamente um apoio psicológico e estão 100% disponíveis para interagir. Têm uma capacidade incrível de criar laços com as pessoas -- neste caso, com as crianças -- rápida e facilmente. Não fazem distinção de raça, sexo, características, patologia.

Os objetivos específicos deste projeto foram os seguintes:

-Promover as competências leitoras e a estimulação cognitiva;
-Criar um elevado nível de motivação das crianças para a leitura;
-Aumentar o tempo de concentração;
-Estimular a memória, a orientação visual, espacial e temporal e a capacidade de raciocínio.
-Desenvolver nas crianças a capacidade de uma "escuta" atenta;
-Ajudar as crianças com dificuldades ao nível da leitura a autonomizar as suas competências leitoras, contribuindo para o seu sucesso escolar;
-Capacitar o aluno das competências e instrumentos que lhe permitam a compreensão, a reflexão e o prazer de ler um texto.

A parceria destas duas instituições, através deste projeto, proporcionou a concretização de objetivos ao nível das aprendizagens, socialização e entreajuda.
As sessões de TAA basearam-se em dinâmicas de leitura individual (aluno lê apenas para o cão) ou em pequeno grupo, em função das dificuldades e progressos apresentados pelos alunos. Decorreram na biblioteca da escola, na sala de educação especial e no espaço de recreio da escola.

A colaboração do cão foi mediatizada pela técnica, tendo em conta a atividade desenvolvida em cada sessão, podendo o cão ter uma participação mais passiva (de ouvinte) ou mais ativa, de interação com o aluno, como forma de exploração e interpretação do que lê.

A avaliação do projeto foi feita através da aplicação de dois instrumentos:

- Avaliação das competências leitoras de cada um dos alunos, através do preenchimento de um gráfico de fluência e precisão leitora, no início do projeto e no final do mesmo.
- Avaliação do projeto por parte dos alunos, quanto ao seu grau de satisfação pela participação no mesmo.

Ambas as avaliações permitiram constatar resultados francamente positivos.

Filipa Nunes
Professora de Educação Especial

Carla Azevedo
Técnica especializada em Terapia Assistida por Animais

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.