sicnot

Perfil

Grande Reportagem Interativa

Quem é Beatriz Correia?

Joga desde os 8 anos, mas aos 6 já o futebol despertava em si sentimentos que Beatriz Correia desconhecia. Hoje, veste a camisola do Belenenses. Espera um dia profissionalizar-se na profissão...espera um dia representar a Seleção.

NOME: Beatriz Lourenço Pinto Correia
NATURALIDADE: Lisboa
DATA DE NASCIMENTO: 6 de Abril de 1998
ALTURA: 1,68 m
PESO: 60 KG
CLUBE ATUAL: Belenenses
POSIÇÃO: Médio/ Defesa

Beatriz Correia - um autorretrato
"Tudo começou quando tinha 6 anos. Era uma irmã muito dedicada e ía a todos os treinos do meu irmão. Sempre adorei vê-lo jogar. Aliás foi por causa dele que me apaixonei pelo futebol. Cada vez que fazia um simples passe, um remate, um magnífico pontapé de baliza, todos os movimentos que eram provocados por aquele desporto despertavam algo em mim. Foi aí que decidi tentar jogar. Os meus pais ajudaram-me bastante no processo. Fizeram com que o director do clube A.D.O., mais conhecido por "Oeiras" me deixasse inscrever nas "escolinhas", sendo, por essa razão, a primeira rapariga a inscrever-me neste clube. Estive nas "escolinhas" até ter idade suficiente para entrar na competição, foi o que sucedeu. Jogo na competição desde os meus 8 anos. Ainda neste clube, destaco o mister Ricardo Damas, que se encontra neste momento a treinar uma equipa no Sporting. Estive 6 anos no "Oeiras" e no meu último ano em que ainda podia jogar com os rapazes, decidi ir para o "Linda-a-Velha", onde joguei, pela primeira vez futebol 11 e onde, mais uma vez, fui a primeira rapariga a ser inscrita. Tive uma óptima equipa técnica, o mister Filipe Morais que também jogava nos seniores do "Linda-a-Velha", o mister "Tiagão" e o mister "Banana". Foi o meu melhor ano no futebol porque me apercebi do futebol que se joga realmente (de 11). Estive lá 1 ano e tive que ir para o futebol feminino porque já não me era permitido permanecer no futebol misto. Mudei-me então para o 1º Dezembro, onde a equipa sénior era campeã nacional há muitos anos. Eu jogava nos juniores. Apesar de ser uma equipa muito boa em futebol feminino e ter jogadoras excelentes, senti uma enorme discrepância no salto que fiz. Ao sentir-me deste modo, fiz um acordo com o "Linda-a-Velha" para continuar a treinar lá e durante o meu primeiro ano a jogar futebol feminino, treinava tanto no 1º Dezembro, como no "Linda-a-Velha". Foi um excelente ano para mim porque me sentia em forma e, apesar de ter apenas 13 anos, jogava (a titular) numa equipa onde era a mais nova. Com 14 anos tive um pequeno azar e tive uma doença renal que me impediu de jogar durante 3 anos. Foi aqui que me apercebi de que uma simples coisa muda a vida, a rotina, mas não foi isso que me fez desistir, porque, como Gandhi disse "A vontade não provém da capacidade física, mas sim de uma vontade indomável". Nestes 3 anos, na realidade só 1 ano é que estive parada. No 2º e 3º ano fui para o Estoril onde só pude treinar devido a doença. E agora com 17 anos encontro-me no Belenenses, desta vez em competição, onde me sinto outra vez feliz por voltar a fazer uma coisa que adoro. O campo é um campo de liberdade, de felicidade, onde sou capaz de exprimir e expelir tudo aquilo que estou a sentir, onde não tenho de me preocupar com nada. É inexplicável a adrenalina que se sente quando se está em campo, quando se ouve o primeiro apito do arbitro, é naquele momento que me sinto eu. O futebol é quase como um cigarro e a adrenalina a sua nicotina, é algo de tal modo viciante que te mata por dentro quando não o tens."

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • FC Porto acusa Benfica de recorrer a serviços de "bruxaria"
    2:34

    Desporto

    Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria". O diretor de comunicação do FC Porto revelou uma troca de e-mails entre Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, suposto comissário nacional da polícia da Guiné-Bissau com a celebração de um contrato de prestação de serviços.

  • Francisco J. Marques promete continuar a revelar e-mails
    2:11

    Desporto

    Francisco J. Marques diz que a Polícia Judiciária sabe como o Futebol Clube do Porto teve acesso aos e-mails e desafia o Benfica a revelar os originais. O diretor de comunicação do clube portista revelou ainda que irá continuar a divulgar e-mails, já que isso não é incompatível com o segredo de Justiça.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.