sicnot

Perfil

o meu bairro.JPG

O meu bairro

3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

O meu bairro

Antiga quinta dos Bentos deu origem ao bairro da Luz

Hoje no Jornal da Noite

Antiga quinta dos Bentos deu origem ao bairro da Luz

A rubrica "O Meu Bairro" do Jornal da Noite da SIC vai levar-nos ao norte do país. Situado na periferia da Guarda, o Bairro da Luz concentra cerca de cinco mil habitantes. Podia ser apenas um dormitório, mas não é: existe um associação que promove atividades e uma Casa de Saúde, que dá tanto ao bairro, como recebe.

  • O meu bairro: Alfama
    11:56

    O meu bairro

    Dizem que é o mais antigo de Lisboa e um dos mais típicos da capital mas nos últimos anos Alfama tem mudado muito com a chegada de novos residentes, na sua maioria estrangeiros, que ficam por pouco tempo e que mudam a forma como ali se vive.

  • O meu bairro: São João em Chaves
    11:16

    O meu bairro

    Começou hoje no Jornal da Noite uma nova rubrica dedicada aos bairros portugueses. Na estreia, damos a conhecer um dos bairros mais pequenos e envelhecidos do país. O bairro de S. João, em Chaves, não tem sequer 50 habitantes, mas é característico pela sua intensa prática religiosa. As pessoas mais velhas têm altares em casa e na capela do bairro reza-se o terço todos os dias.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.