sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

''A Banqueira do Povo''

Maria Branca dos Santos mais conhecida por Dona Branca manteve um esquema bancário clandestino durante décadas. A quem lhe confiasse as poupanças garantia juros de 10 por cento ao mês, 120 por cento ao ano. O negócio rolou sem percalços até aos anos 80.

Foi há 25 anos, em fevereiro de 1990, que Maria Branca dos Santos foi condenada a 10 anos de prisão.

Foi há 25 anos, em fevereiro de 1990, que Maria Branca dos Santos foi condenada a 10 anos de prisão.

O escândalo estalou, em 1983, quando o jornal ''O Tal e Qual'' revelou ao país e ao mundo quem era e o que fazia a banqueira.

Em pouco tempo as autoridades começaram a investigar, os depositantes a perder confiança e o esquema bancário não tardou a ruir.

A ''Banqueira do Povo'', foi assim que ficou para a história, foi condenada em 1990 a 10 anos de prisão pelos crimes de burla agravada, emissão de cheques falsos e associação de malfeitores. A justiça acabou por condoer-se com a idade avançada e o estado de saúde e reduziu-lhe a pena.

2 anos depois saiu em liberdade mas acabou doente, sozinha, na miséria e morreu num lar em 1992, tinha 90 anos.

As autoridades nunca conseguiram saber ao certo o número de pessoas que perderam dinheiro na Dona Branca e também nunca se chegou a saber quantos ficaram ricos à conta da ''Banqueira do Povo'' - Esse foi também o título da novela baseada na vida da banqueira cuja história permanece para além do tempo...


Jornalista : Patrícia Mouzinho

Repórter de Imagem: José Silva

Edição de Imagem: Rui Rocha 

Produção:  Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Maria João Ruela

Direção: Alcides Vieira

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12
  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42

    Mundo

    Depois da crise dos telemóveis Samsung Note 7 com bateria defeituosa que podia explodir, a marca tinha que lançar um aparelho inovador. O S8 foi anunciado esta quarta-feira em Londres. O repórter da SIC, Lourenço Medeiros, foi ver como é.

    Enviado SIC