sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

"Resistentes da Cultura"

Na Grécia, a política está mais do que nunca na ordem do dia, renegoceiam-se empréstimos, com os números da crise a aumentar e o país a rebentar pelas costuras, em risco de ter de vir a sair da UNIÃO EUROPEIA OU DO EURO mas, ainda assim, há portugueses que há muito trocaram Lisboa por Atenas e preferem não voltar. É o caso de André Maia, um multifacetado artista que tem Portugal no coração e há anos que divulga a cultura portuguesa naquele país.

André Maia foi parar à Grécia a convite de amigos quando em Portugal sentiu na pele o marasmo que vingava no meio artistico

André Maia foi parar à Grécia a convite de amigos quando em Portugal sentiu na pele o marasmo que vingava no meio artistico

Se Rão Kyao não fosse artista sonhava ser Enólogo.

Se Rão Kyao não fosse artista sonhava ser Enólogo.

Os Ritual Tejo não põem de parte a ideia de voltar ao palco juntos.

Os Ritual Tejo não põem de parte a ideia de voltar ao palco juntos.

Além de várias outras músicas, mais ou menos étnicas ou famosas, André apresenta o Fado que palpita nas veias dos ilustres lusitanos que andam pelas sete partidas do mundo, em espetáculos onde apresenta novas vertentes deste canto singular que continua a conquistar vários públicos.

André está também numa Radio em Atenas onde só se fala em português, só se ouve música de Portugal, Angola, Cabo Verde, Brasil e outros países atravessados pela língua de Camões.

Como convidados leva não só pessoas dessas comunidades mas também tradutores, críticos e outros elementos manifestamente ligados à Cultura dos PALOP como por exemplo tradutores de Fernando Pessoa e José Saramago.

 Rão Kyao também é um cidadão do mundo...arredado da televisão há já algum tempo, mostra agora o seu mais recente trabalho, inspirado sobretudo em Música Litúrgica portuguesa, após um exaustivo levantamento e pesquisa, de norte a sul, que resultou no disco "Sopro de Vida" que é, também, um momento de reflexão e devoção a Nossa Senhora. Até porque, para Rão Kyao, quem canta na Igreja reza duas vezes...

Revelamos-lhe outras particularidades deste músico e compositor que toca na Missa na Igreja de Nossa Senhora de Fátima e de vez em quando atua também numa casa de Fados em Lisboa.

 Por fim trazemos-lhe a banda "Ritual Tejo" que depois de "Nascer outra vez" conta à Sic que nunca chegou a acabar e revela o que anda a fazer, agora que este que é dos seus temas mais emblemáticos volta à ribalta numa publicidade...

Chegaram a atuar em estádios, fizeram a primeira parte de espetáculos de Bryan Adams e Psychadelic Furs, entre outros, tocaram na Gartejo e Rock Rendez Vous, ficaram conhecidos também por Tributos prestados a Zeca Afonso e versões de temas como "Saudade" dos Heróis do Mar ou "Foram Cardos, foram prosas"...

São os Perdidos e Achados desta semana, numa nostálgica viagem musical ao passado, mais presente que nunca.

 

Jornalista: Ana Paula Almeida e Pedro Cruz

Repórter de imagem: Tiago Pereira, Bernardo Bogarim e Carlos Morais

Edição de Imagem: Rui Berton

Produção:  Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Maria João Ruela

Direção: Alcides Vieira

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e onde o levantamento de prejuízos materiais ainda não está concluído.

  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.