sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

"Star Wars"

Em 1977 nascia um fenómeno ímpar da história do cinema. A saga Guerra das Estrelas trazia uma nova narrativa, efeitos especiais e personagens marcantes.

O Perdidos e Achados desta semana foi ao encontro dos fãs portugueses da Guerra das Estrelas, agora que os filmes estão de regresso.

O Perdidos e Achados desta semana foi ao encontro dos fãs portugueses da Guerra das Estrelas, agora que os filmes estão de regresso.

André Henriques já perdeu a conta às vezes que viu os filmes.

André Henriques já perdeu a conta às vezes que viu os filmes.

Hugo sabe de cor todas as peças que tem da coleção Star Wars.

Hugo sabe de cor todas as peças que tem da coleção Star Wars.

O arquiteto João Carreira trouxe para Portugal em 2007, a Legião 501, um clube de fãs oficial do Star Wars

O arquiteto João Carreira trouxe para Portugal em 2007, a Legião 501, um clube de fãs oficial do Star Wars

Marco Tamissa está em contagem decrescente para o sétimo filme da saga.

Marco Tamissa está em contagem decrescente para o sétimo filme da saga.

A par do primeiro filme, George Lucas concebia também uma linha de brinquedos e objetos de coleção. Milhares de fãs em todo o mundo corriam às lojas para levar uma parte do filme para casa. Mais de 30 anos depois quem acompanha a saga aguarda ansiosamente pelo novo filme que estreia na próxima semana.

No Perdidos e Achados fomos à procura dos fãs portugueses de Star Wars.

Jornalista: Rui Pedro Reis

Repórter de imagem: Edgar Ascensão

Edição de imagem: João Nunes

Produção: Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Maria João Ruela

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".