sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

O Assalto à “Santa Maria”

A 20 de janeiro de 1961, precisamente há 55 anos e um mês, Camilo Mortágua, figura incontornável da resistência contra o regime de Salazar, embarcou no paquete 'Santa Maria', no porto venezuelano de La Guaira para levar a cabo um ato inédito: O desvio de um dos navios mais importantes da marinha mercante portuguesa.

O 'Santa Maria' foi desviado em 1961 por um grupo de homens, portugueses e espanhóis, com o objectivo de derrubar as ditaduras de Salazar e Franco.

O 'Santa Maria' foi desviado em 1961 por um grupo de homens, portugueses e espanhóis, com o objectivo de derrubar as ditaduras de Salazar e Franco.

Camilo Mortágua, figura mítica da resistência armada, foi um dos homens que desviou o paquete 'Santa Maria'.

Camilo Mortágua, figura mítica da resistência armada, foi um dos homens que desviou o paquete 'Santa Maria'.

O paquete, embandeirado em arco, à chegada a Lisboa no fim do sequestro a 16 de Fevereiro de 1961.

O paquete, embandeirado em arco, à chegada a Lisboa no fim do sequestro a 16 de Fevereiro de 1961.

Camilo Mortágua integrava um grupo que tinha como missão pôr em prática o plano traçado pelo capitão Henrique Galvão e pelo

General Humberto Delgado.

Longe vão os tempos dessas andanças pela liberdade...

Hoje, na pacatez alentejana do Alvito, Camilo Mortágua recorda as águas agitadas de um episódio que marca a História do país.

Para além deste testemunho fundamental, descobrimos outras pessoas que estavam a bordo quando o navio foi assaltado e

que vão contar como foi, no próximo Perdidos e Achados.

Jornalista: Patrícia Mouzinho

Repórter de Imagem: Filipe Ferreira

Edição de Imagem: João Nunes

Produção: Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Pedro Mourinho

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.