sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

Fátima, 1956

Corria o mês de abril de 1956...milhares de militantes da ação católica de Lisboa visitavam Fátima.

No Perdidos e Achados vamos relembrar a 1ª peregrinação da Ação Católica a Fátima, foi em 1956.

No Perdidos e Achados vamos relembrar a 1ª peregrinação da Ação Católica a Fátima, foi em 1956.

Emídio foi um dos jovens atraídos pela juventude operária católica. Era dirigente em torres novas e foi à peregrinação de 56.

Emídio foi um dos jovens atraídos pela juventude operária católica. Era dirigente em torres novas e foi à peregrinação de 56.

Um filme de 1956 registou a 1ª peregrinação a Fátima dos movimentos da ação católica de Lisboa, a 28 e 29 de abril. Enquadram uma década sem a qual não se pode compreender o catolicismo português no século XX.

A igreja formatada pelo regime via crescer uma nova consciência social em pleno Estado Novo, os movimentos da ação católica davam sinais de mudança, 60 anos depois que papel têm a fé e a devoção na vida dos portugueses?

Jornalista - Joaquim Franco

Repórter de imagem - Rogério Esteves

Edição de Imagem - Rui Félix

Produção - Madalena Durão

Coordenação - Luís Marçal

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.