sicnot

Perfil

playoff-logo.png

Play-Off

DOMINGO 22:00

Play-Off

"Episódios de violência nos pavilhões têm origem na irresponsabilidade dos dirigentes"

"Episódios de violência nos pavilhões têm origem na irresponsabilidade dos dirigentes"

Os vários cânticos e distúrbios praticados por claques de futebol foram tema de debate no programa Play-Off, da SIC Notícias. Rui Santos diz que os dirigentes são cúmplices destas situações já João Alves elogia a posição repressora de Benfica e FC Porto.

  • "Foi no Jamor que o lagarto ardeu"
    0:37

    Desporto

    A claque do Benfica entoou um cântico a relembrar o very light que matou um adepto do Sporting durante a final da Taça de Portugal, em 1996. Tudo aconteceu este sábado, durante o jogo de andebol entre águias e leões, no Pavilhão da Luz. O momento foi captado por um vídeo amador. Além dos assobios, que tentam imitar o som de um very light, o cântico é audível durante a transmissão do encontro. Contactado pela SIC, o Benfica lamenta qualquer tipo de cântico que viole o princípio do fair play, seja qual for o grupo de adeptos em causa.

  • Pinto da Costa pediu desculpas à Chapecoense
    2:13

    Desporto

    Pinto da Costa pediu desculpas à Chapecoense depois dos cânticos entoados pela claque dos Super Dragões durante um jogo de andebol. Numa carta enviada ao clube brasileiro, o presidente do FC Porto lamentou os insultos e manifestou-se disponível para ajudar o clube.

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão