sicnot

Perfil

REspecial .JPG

Reportagem Especial

Jornal da Noite

Reportagem Especial

A vida que não quero para mim

Hoje no Jornal da Noite

A vida que não quero para mim

Entram e saem a toda a hora à procura do mesmo. Um frenesim de autodestruição a céu aberto. Lourenço, nome fictício, é advogado e vem para mais um chuto na vida. Sabe identificar, como poucos, quem consome e quem trafica: "vou a vários bairros, todos os dias, à procura de quem tem a melhor", diz em tom firme, sem hesitar.

Aos 46 anos, tem estatuto de cliente preferencial. Queima 80 euros por dia nesta sala de consumo, sem paredes, nem teto. Há 28 anos que é assim. Uma vida estrangulada por sucessivos garrotes que lhe matam o corpo e a alma. Podia ser um grande advogado, mas não é. Podia ser um bom pai, mas também não é. Podia ser tanta coisa: "os meus filhos são a única coisa que eu , realmente, quero mais do que a heroína mas não o suficiente para a deixar", afirma sem pestanejar.

Lourenço estima que gastou mais de um milhão de euros em droga : "ando sempre meio perdido. A nível material tenho tudo o que preciso, tenho carro, mota, casa mas não sou nada feliz. Tenho um vazio existêncial que é muito facilmente preenchido pela heroína" .

Com o final do Casal Ventoso há 17 anos, considerado o maior hipermercado de droga do país, os locais de consumo a céu aberto, à vista de todos, espalharam-se pela cidade de Lisboa : "há cada mais pessoas a consumir na rua em condições degradantes, sem higiene e segurança", assegura Andreia, uma das técnicas da "Crescer", uma associação que, diariamente, dá apoio a centenas de toxicodependentes.

Portugal é considerado um país inovador nas políticas de intervenção na toxicodependência. Despenalizou, antes dos outros, o consumo de drogas mas, ao contrário de vários países, a instalação das salas de consumo assistido nunca saiu do papel. A Câmara Municipal de Lisboa admite que a medida pode avançar mas, neste momento, ainda não há qualquer decisão. O vereador com o pelouro dos Direitos Sociais, João Afonso, reconhece à SIC a preocupação da autarquia "é uma questão de saúde pública que tem de ser resolvida".

E, enquanto, a decisão tarda, as ruas de vários bairros da capital continuam um corrupio de desespero e degradação. "As salas de consumo assistido podiam evitar vários casos de overdose e a propagação de várias doenças infecto-contagiosas", afirma Américo Nave, Coordenador da Associação Crescer.

A Reportagem Especial "Vida Que Não Quero Para Mim" retrata as histórias dramáticas de quem é obrigado a consumir na rua, muitas vezes em frente a crianças. As dificuldades para sobreviver neste mundo do "salve-se quem puder". O estigma e o preconceito numa sociedade que, tantas vezes, despreza quem consome. As dificuldade da reinserção. O medo da recaída.

Lourenço, Patricia, Filipe, Otávio, Francisco, Daniel, Hernani e tantos outros, segunda-feira no Jornal da Noite.

Pedro Freitas - Jornalista

Pedro Góis - Repórter de Imagem

Rui Rocha - Editor de Imagem

Sérgio Maduro - Grafismo

Octaviano Rodrigues- Pós Produção Audio

Marta Reis - Coordenadora

Ricardo Costa - Diretor de Informação

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC