sicnot

Perfil

REspecial .JPG

Reportagem Especial

Jornal da Noite

Reportagem Especial

A vida que não quero para mim

A vida que não quero para mim

Pedro Freitas

Jornalista

Pedro Góis

Repórter de Imagem

Com o fim do Casal Ventoso nasceram novas salas de chuto espalhadas pela capital. A Reportagem Especial fez uma viagem pelos bairros onde se consome e trafica a céu aberto.

Pedro Freitas - Jornalista

Pedro Góis - Repórter de Imagem

Rui Rocha - Editor de Imagem

Sérgio Maduro - Grafismo

Octaviano Rodrigues- Pós Produção Audio

Marta Reis - Coordenadora

Ricardo Costa - Diretor de Informação

  • "Sala de chuto" custaria 300 mil euros por ano
    0:49

    País

    O diretor do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências garante que com 300 mil euros por ano é possível instalar e fazer a manutenção de uma sala de consumo assistido. Na SIC Notícias, João Goulão sublinhou ainda que a existência deste dispositivo está aprovada por lei. 

  • A vida que não quero para mim
    0:38

    Reportagem Especial

    Entram e saem a toda a hora à procura do mesmo. Um frenesim de autodestruição a céu aberto. Lourenço, nome fictício, é advogado e vem para mais um chuto na vida. Sabe identificar, como poucos, quem consome e quem trafica: "vou a vários bairros, todos os dias, à procura de quem tem a melhor", diz em tom firme, sem hesitar.

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.