sicnot

Perfil

Reportagem Especial

Reportagem Especial: "Olha o correio!"

Este sábado no Jornal da Noite

Reportagem Especial: "Olha o correio!"

Os CTT anunciaram o encerramento de 22 lojas em todo o país até final de março. A Reportagem Especial "Olha o correio!" percorreu algumas das lojas que vão encerrar e ouviu as preocupações das populações e dos representantes dos trabalhadores dos CTT. Para ver este sábado, no Jornal da Noite.

Esta semana, a administração veio dizer que para 19 destas 22 lojas vão existir alternativas através da abertura de novos postos, naquele que será um modelo de negócio diferente. Pretendem fazer parcerias com entidades locais, comércio, ou juntas de freguesia para continuar a assegurar o serviço. Assim sendo, a empresa diz que serão apenas 3 as lojas a encerrar sem que seja oferecida uma alternativa.

As populações contestam a medida por considerarem que os novos postos de correios não asseguram o mesmo serviço que as lojas. Os sindicatos e a comissão de trabalhadores também se opõem acusando a empresa de levar a cabo uma restruturação economicista.

Os CTT garantem que continuam a assegurar a proximidade às populações e o serviço e correio postal, e que esta restruturação não põe em causa nenhum posto de trabalho.

Certo é que das 22 anunciadas para fechar até ao final do primeiro trimestre do ano, 10 já encerraram, e as outras aguardam igual destino.


Jornalista: Raquel Marinho
Imagem: José Silva
Edição de Imagem: Ana Rita Sena
Produção: Cláudia Araújo
Coordenação: Luís Marçal
Direção: Ricardo Costa

  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • Bastonário dos médicos diz que a classe deixou de acreditar no ministro da Saúde
    2:24

    País

    Desde Março do ano passado que perto de mil médicos especialistas aguardam colocação nos hospitais. O concurso, prometido várias vezes pelo ministro da Saúde, não abriu ainda por falta de autorização do Ministério das Finanças. Amanhã, quinta-feira, um grupo destes médicos vai à Assembleia da República entregar uma carta que entretanto já seguiu para os ministros da Saúde e Finanças.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25